quarta, 21 de fevereiro de 2024

Sobrevivente fala a respeito do acidente e motorista do veículo responderá em liberdade

Letícia Azevedo

É estável o estado de saúde de Carlos César da Silva Adorno, de 22 anos, o único sobrevivente da tragédia que vitimou três jovens no último fim de semana na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo.

Carlos César da Silva Adorno continua internado por conta da gravidade dos ferimentos

De acordo com o Portal SCN News, o jovem cedeu entrevista ainda dentro do hospital, por conta dos diversos ferimentos que sofreu. Ele contou que os jovens voltavam a pé, pois foram de carona até a cidade de Ipaussu, onde acontecia a festa de peão, e o amigo acabou voltando muito cedo. Como ele e os amigos queriam aproveitar a festa, acabaram ficando e retornariam de ônibus, o que também não aconteceu pois eles acabaram gastando o dinheiro que tinham.

Carlos disse que o grupo caminhava no acostamento em direção a Santa Cruz, quando de repente ele sentiu uma pancada nas costas. Ele disse que não perdeu a consciência e que pode avistar o amigo Wesley Gabriel Batista, de 20 anos, caído ao seu lado. Ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Kézia Cristina de Carvalho de 14 anos e Isabella Lorenzetti de Oliveira de 15 anos, também foram atingidas pelo veículo e morreram na hora.

 

O CONDUTOR

O condutor do veículo, Antônio Marcos Santos Silva de 29 anos, também teve ferimentos e foi hospitalizado. Como não há previsão de alta para o motorista, o Juiz foi até a Santa Casa e realizou a audiência de custódia, que definiu que ele vai responder em liberdade ao crime de homicídio culposo, ou seja, quando não há a intenção de matar.

A pena é de até 12 anos de reclusão.

Fonte: Santa Cruz News/Dário Miguel

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.