fbpx

sexta, 24 de junho de 2022

Ao comemorar o aniversário de Ourinhos munícipes reconhecem desenvolvimento e levantam problemas

A equipe do Negocião foi às ruas para ouvir das pessoas qual seria o “presente” que a cidade mereceria nesse aniversário

 

Alexandre Mansinho

 

Completando 103 anos, Ourinhos continua figurando na lista das cidades que mais crescem em empreendimentos imobiliários e em população no interior do estado de São Paulo. No entanto, junto com o desenvolvimento arquitetônico e populacional, crescem também os problemas.

Por isso a equipe do Negocião foi às ruas para ouvir das pessoas qual seria o “presente” que a cidade mereceria nesse aniversário.

Márcio José Zilio diz que a cidade necessita de mais respeito à classe trabalhadora, sobretudo aos comerciários: “somos os primeiros culpados ou penalizados por tudo que acontece, mas raramente se lembram da importância que o trabalhador do comércio tem para o município”.

 

Márcio José Zilio defende o respeito à classe trabalhadora, principalmente os comerciários

 

Wilson José Lacerda diz que a população merece, nesse aniversário de 103 anos, mais atenção na área da saúde: ” precisamos lembrar do ser humano, o acesso aos medicamentos de alto custo é dificultoso para os doentes e mais necessitados “.

 

Wilson José Lacerda destaca que precisamos de mais atenção na área da saúde

 

Lucineia Pereira, nascida e criada em Ourinhos, também chama a atenção para a saúde pública: “o atendimento público de saúde precisa ser melhorado, acho que a nossa aniversariante ficaria muito feliz em ver sua população melhor cuidada”.

 

Lucineia Pereira também cita o atendimento público de saúde

 

Lúcia Medina lembra que devemos olhar para as futuras gerações: “precisamos de uma creche aqui na região central, seria um presente para toda a população, mas de modo especial para a mulher trabalhadora”.

 

Lúcia Medina lembra das futuras gerações

 

Carla Heloísa fala sobre as vacinas, de modo geral, que, segundo ela, não tem estado disponível nos postos para as crianças: “a área da saúde precisa ter mais atenção, sobretudo no que se refere às vacinas (…) e eu não falo apenas da COVID-19, falo de todas”.

 

Carla Heloísa ressalta a falta de vacinas

 

Rafaela Maricci Maia fala que seria um ótimo presente que os moradores de rua recebessem tratamento melhor: “precisamos dar um tratamento melhor às pessoas que não têm onde morar, ou estão perdidas nas drogas e no álcool”.

 

Rafaela Maricci Maia lembra os moradores em situação de rua

 

Josiane Barbosa de Melo diz que a cidade merece como presente mais empregos: ” precisamos de mais indústrias para que nosso povo possa ter de onde tirar seu sustento”.

 

Josiane Barbosa de Melo pensa que precisamos de mais industrias

 

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.