quinta, 18 de abril de 2024

Medicina Veterinária amplia área de estágio para atender as novas Diretrizes Curriculares Nacionais  

O coordenador do curso, professor Freddi Bardela, explica que agosto deste ano foi o prazo final para a implantação das mudanças dos cursos de Medicina Veterinária para seguirem as novas Diretrizes Curriculares.

 

Rose Pimentel Mader

 

Como sempre inovando e mantendo o seu pioneirismo, o Centro Universitário de Ourinhos – UNIFIO está realizando mais um importante investimento em prol da excelência de ensino. A Faculdade de Medicina Veterinária, na vanguarda da Educação, vem trabalhando desde 2020 no processo para a ampliação das áreas de estágio visando atender as novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN).

O presidente da Fundação Educacional Miguel Mofarrej (FEMM) Roque Quagliato, a vice-presidente Beatriz Quagliato Porto, a reitora UNIFIO Gláucia Librelato Gonçalves e a pró-reitora Glauka Archangelo acompanham de perto o trabalho e empenho do Curso, coordenado pelo professor mestre Freddi Bardela de Souza, para consolidar mais esta conquista.

O projeto de ampliação para 2023 contemplam as áreas de suinocultura, avicultura de corte e de postura, piscicultura e uma sede de inseminação bovina e para atender essa nova implantação, a UNIFIO está construindo uma ala específica que abrigará essas atividades, explicou a engenheira civil e gestora de operações Larissa Galante Dias.

Neste processo de ampliação, a UNIFIO conta com a assessoria do médico veterinário, professor e coordenador do Curso Técnico em Agropecuária da ETEC Henrique Paulo Picanço e do presidente do Sindicato Rural de Cerqueira César Janir Reis de Matos, dois grandes profissionais e especialistas nas respectivas áreas.

O coordenador do curso, professor Freddi Bardela, explica que agosto deste ano foi o prazo final para a implantação das mudanças dos cursos de Medicina Veterinária para seguirem as novas Diretrizes Curriculares.

“Antigamente o Curso era de 5 anos, ou seja, 10 semestres, e o estágio curricular obrigatório para os alunos só acontecia no último semestre, no décimo. Agora com as mudanças, o estágio curricular obrigatório vai acontecer no 9º e 10º semestres. O 9º semestre vai funcionar como se fosse um internato e os alunos têm que cumprir o estágio dentro da faculdade e nós teremos que ofertar todas as áreas que contemplam as novas diretrizes, por isso a UNIFIO está investindo na construção da nova ala para abrigar a suinocultura, avicultura de corte e postura e piscicultura”, afirma professor Freddi

“Importante ressaltar que a UNIFIO iniciou todo esse processo já em 2020 e, com isso, seremos o primeiro curso do Brasil a proporcionar aos alunos a possibilidade de vivenciar na etapa de estágio um rodízio simultâneo em todas essas áreas, para desenvolver melhor suas práticas e conhecimentos com orientação dos professores e no décimo semestre poderão fazer o estágio dentro ou fora da faculdade. São mudanças importantes para a vivência acadêmica do aluno e para a sua formação profissional”, finalizou o coordenador do Curso.

 

Valdir Consolino, encarregado da Fazenda Experimental; Larissa Galante Dias, engenheira civil e gestora de Operações UNIFIO; Glauka Archangelo, pró-reitora UNIFIO; Gláucia Librelato Gonçalves; reitora UNIFIO; Beatriz Quagliato Porto, vice-presidente da FEMM; Janir Reis de Matos, presidente do Sindicato Rural de Cerqueira César, Roque Quagliato, presidente da FEMM; Henrique Paulo Picanço, médico veterinário; Adriano, coordenador de Obras da FEMM; João Rodrigues, desenhista FEMM

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.