fbpx

terça, 19 de outubro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Autoras do livro “Sinto o que conto, contos que sinto” promovem ação solidária para ajudar o Boldrini

Durante o mês de junho, parte do valor das vendas será direcionado ao centro especializado em tratamento de câncer infantil

 

Da redação

 

Neste mês de junho, o coletivo de mulheres que deu origem ao livro “Sinto o que conto, contos que sinto” decidiu fazer uma ação solidária em parceria com o Centro Infantil Boldrini, de Campinas/SP. Ao adquirir um exemplar do livro no valor de R$ 45 mais postagem, parte do valor é revertido ao instituto.

O objetivo da ação é poder auxiliar o Centro Boldrini na realização de trabalhos voltados ao tratamento de câncer infantil. De acordo com uma das autoras do livro, a ourinhense Adriana Bordinhão Vicioli, essa ação é muito gratificante. “coordeno o projeto de ação social Fios Solidários e tive oportunidade de entregar as nossas confecções de toucas e acessórios de crochê às pessoas em tratamento oncológico na minha região e perceber como se sentem confortadas com um gesto de carinho e solidariedade.”

 

Outra autora do livro com forte ligação com esse trabalho é a campinense Elaine Alcântara, que além de nutricionista, é voluntária como contadora de histórias no hospital. “Como sempre pensamos no lado social, desde o lançamento do livro, passamos a fazer diversas ações solidárias como essa com o Boldrini. O voluntariado traz para nós um olhar transformador; falar e ouvir sobre sentimentos marcantes, também é uma forma de amor”.

O livro “Sinto o que conto, contos que sinto” reúne textos de Maria George, que é psicóloga e idealizadora do livro, Alyssa Tomiyama, uma garotinha de 13 anos contadora de histórias mirim, Cibele Madai Valderramas, Elaine Alcantara, Flávia Bruno, Maria Beatriz dos Anjos, Rossane Correia, Valéria Fusch e Adriana Vicioli, com ilustrações de Zé Luiz Gozzo Sobrinho. O livro traz diferentes olhares sobre as emoções e está na segunda reimpressão, pela Editora Adonis.

Para adquirir o livro e apoiar o Centro Boldrini, basta entrar em contato pelas redes sociais: Instagram: @contosquesinto; Facebook: Sinto o que conto, contos que sinto; WhatsApp (19) 9 9271 4644. Para conhecer mais sobre o projeta é possível conferir em <https://youtu.be/2v7aTcDXOpA>.

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

×