sbado, 11 de julho de 2020

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Clínica de Ourinhos esclarece fatos sobre casos da Covid-19 no local

Segundo o administrador da empresa cinco casos positivos foram encontrados entre a equipe e todos estão afastados

 

Marcília Estefani

 

Nos últimos dias, o número de casos de coronavírus em Ourinhos voltou a aumentar. O boletim da terça-feira, 26, trouxe dez casos a mais e o de quarta, mais seis casos, totalizando então 41 casos monitorados até este momento, 25 curados e 4 óbitos. Muitos boatos surgiram envolvendo empresas da cidade, como supostos focos de casos, inclusive uma clínica odontológica.

A Prefeitura declarou através de nota que recebeu uma denúncia de descumprimento das medidas preventivas contra o coronavírus em uma clínica, dizendo que trabalhadores que testaram positivo para o covid-19 estavam trabalhando normalmente no local, que já havia sido notificado outras vezes por aglomeração indevida e falta de procedimento preventivo.

Ainda segundo a nota, a equipe da Vigilância Sanitária, por meio da Secretaria de Saúde, esteve na clínica na manhã da quarta-feira, 27, e aplicou o teste rápido em todos os funcionários.

Mediante o resultado, a clínica foi interditada temporariamente para realizar a desinfecção do local e feitas as devidas recomendações. Em reunião entre representantes da administração municipal, da prestadora de serviço de desinfeção e da clínica foi definida a data para realizar a higienização, bem como esclarecidas dúvidas em relação ao protocolo e prazo para retomada do serviço com segurança.

OUTRO LADO – O Jornal Negocião procurou o administrador da clínica em questão, localizada na Rua 9 de Julho, Clever Moura, que fez questão de esclarecer que os casos não surgiram dentro da clínica, mas na central de agendamento, que fica anexa à clínica.

Segundo Cléver, a central conta com seis colaboradoras, e uma delas apresentou sintomas simples de gripe na tarde da quinta-feira, 21. Questionada pelo administrador, ela afirmou ser apenas um resfriado, e contou que o marido esteve gripado mas já fazia dois dias que estava bem.

Na sexta-feira, a colaboradora voltou ao trabalho mas foi dispensada. Outras colaboradoras apresentaram sintomas suspeitos e também foram dispensadas por precaução.

Cléver confirmou que a vigilância sanitária esteve sim na empresa, que toda a equipe foi testada no dia 26, quarta-feira. Alguns já obtiveram o resultado negativo e outros aguardam ainda seus laudos. Porém, mais quatro pessoas da central de atendimento testaram positivo, totalizando até o momento desta publicação, cinco casos. “Estamos aguardando ansiosos, inclusive o meu resultado eu estou aguardando e enquanto não chega eu vou ficar isolado em casa”.

Atendendo às exigências da vigilância sanitária o estabelecimento passará por desinfecção em todos seus ambientes no domingo, 31, e todos os colaboradores estão afastados, mesmo os que testaram negativo. Neste período está sendo realizada manutenção elétrica no local.

Cléver esclareceu também que as dentistas trabalham todas paramentadas com todos os EPIs exigidos. Que a clínica tem focado no atendimento de casos de urgência e emergência, com horários bem espaçados e que estão seguindo todos as regras da ANVISA e Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais órgãos municipais.

“Este é um momento que qualquer empresa está suscetível a isto, infelizmente aconteceu com uma colaboradora do telemarketing. Todas as medidas foram tomadas, e as colaboradoras estão sendo monitoradas e passam bem”, conclui o administrador.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.