tera, 24 de novembro de 2020

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Agentes Comunitários atualizam dados de usuários do SUS

Mesmo quem não utiliza os serviços do SUS, é recomendável que receba os agentes comunitários ou que procure uma UBS para fazer o cadastro

 

Da redação

 

A Prefeitura de Ourinhos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde está atualizando dados dos usuários cadastrados no SUS (Sistema Único de Saúde). A ação é feita por Agentes Comunitários de Saúde percorrem os bairros casa a casa. O objetivo desta é adequar o município ao novo modelo de financiamento da Atenção Primária do Ministério da Saúde, que passou a considerar, entre outros indicadores, o número de pessoas efetivamente acompanhadas pelos serviços de saúde da cidade para a distribuição de verba.

Durante a visita são preenchidas informações como endereço, documentos pessoais e telefones na ficha do “e-SUS”, sistema de informação do Ministério da Saúde, para que sejam identificados dados como número de pessoas residentes no local.

De acordo com o Ministério da Saúde, o procedimento permitirá a construção de um banco de dados para avaliação e planejamento das ações do serviço público de saúde, especialmente na Atenção Primária, que cuida dos problemas mais frequentes, como diabetes e hipertensão, por meio de consultas médicas, exames e vacinação.

IMPORTÂNCIA

A Secretária Municipal de Saúde, Cássia Cristina Borges Palhas, alerta a população sobre a importância de permitir o acesso dos Agentes Comunitários de Saúde às residências, bem como o repasse das informações solicitadas.

É importante ressaltar que o acompanhamento feito pelo Agente Comunitário de Saúde (ACS) é constante. Entre as atribuições dos ACSs estão o fortalecimento dos elos entre a comunidade e os serviços de saúde, coleta de dados sobre aspectos sociais, econômicos, sanitários e culturais da população, além de orientação para utilização adequada dos serviços de saúde da cidade.

Mesmo quem não utiliza os serviços do SUS, é recomendável que receba os agentes comunitários ou que procure uma UBS para fazer o cadastro, que auxiliará o Ministério da Saúde a manter um banco de dados com registros dos procedimentos ambulatoriais e hospitalares, além de centralizar todas as informações do paciente como consultas, exames, medicamentos e procedimentos de saúde.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.