fbpx

quinta, 28 de outubro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Campanha do cobertor e alimento da ACE começa com mais de R$ 5,5 em doações

AMO-SIM será parceira na recepção das doações em sistema drive thru através das tendas da Zona Azul

 

Da redação

 

A Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACE) iniciou nesta primeira semana de maio mais uma campanha para arrecadar cobertores que serão distribuídos a famílias em situação de vulnerabilidade social, através de entidades assistenciais cadastradas. Desta vez, por conta da crise financeira derivada da pandemia do novo coronavírus, a ACE incluiu alimentos no rol de doações. A campanha teve início com a arrecadação de dinheiro junto a empresas associadas, chegando em poucos dias ao valor de R$ 5.500,00. A campanha vai até o dia 31 de maio.

O valor de cada cobertor que será comprado é de R$ 10,00, diretamente do fabricante. Já as cestas básicas têm valor estimado de R$ 70,00, cada. “Como no ano passado, começamos solicitando a colaboração de nosso quadro de associados, formado em sua maioria por empresas do comércio ourinhense”, informou Robson Martuchi, presidente da ACE.

De acordo com a ACE, a contribuição média das empresas é de R$ 80,00, equivalendo a compra de uma cesta básica e um cobertor. Há casos de empresas que direcionam sua doação exclusivamente para a compra de cobertores. “Deixamos os empresários a vontade para que cada um ajude da forma que for possível, e toda ajuda é benvinda, no final conseguimos um montante que possibilita colaborar com muitas entidades e famílias”, disse Martuchi.

Para este ano, além das doações que vêm diretamente das empresas e da própria ACE, a campanha fechou uma parceria com a AMO-SIM (Guarda Mirim) que utilizará suas tendas da Zona Azul, montadas nas praças Mello Peixoto e da Catedral, para servirem como pontos de arrecadação. Segundo a ACE, qualquer pessoa poderá fazer sua doação nesses locais. Os cobertores precisam ser novos e embalados, para facilitar os protocolos de segurança sanitária. Já os alimentos não precisam ser no formato cesta básica, podendo ser itens avulsos, desde que sejam alimentos não perecíveis.

A coleta de cobertores e alimentos na Zona Azul deverá contar com uma vaga de estacionamento bem à frente das tendas para que os motoristas possam parar, entregar suas doações e sair rapidamente, como num sistema drive thru. “No ano passado observamos o interesse dos cidadãos de também participarem com suas doações, por isso firmamos essa parceria com a Guarda Mirim que já possui esses pontos de referência bem no centro da cidade”, justificou Robson Martuchi.

ORIGEM – Em 2020, há poucos meses do início da quarentena pela Covid-19, a Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACE) tomou a iniciativa de realizar por conta própria uma campanha do agasalho. Com a não realização das tradicionais campanhas em face dos protocolos de segurança sanitários, normalmente organizadas pelas Prefeituras e Fundo Sociais de Solidariedade dos municípios, a ACE criou uma campanha baseada na arrecadação de recursos financeiros junto a empresas locais para a compra de cobertores, devidamente embalados e evitando manuseio e doação de agasalhos usados. O resultado foi expressivo, com mil cobertores comprados com a colaboração dos empresários e doados a várias entidades assistenciais de Ourinhos, as quais se responsabilizaram pela distribuição as famílias.

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

×