fbpx

quinta, 09 de dezembro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Com falta de médicos na UPA população se desespera em busca de atendimento

Pelas redes sociais, munícipes reclamam que na tarde deste sábado, a unidade ficou sem médicos para atender a demanda

 

Marcília Estefani

 

Em meio a uma grande demanda por conta de casos suspeitos e positivados de covid-19, a Unidade de Pronto Atendimento de Ourinhos, que vive um momento de transição em sua gestão, passa ainda por falta de médicos para o atendimento de usuários. O local está atendendo além de casos de covid, urgência e emergência.

O fato tem repercutido de forma negativa durante toda a semana, e na tarde deste sábado, 10, munícipes afirmaram pelas redes sociais que foram ‘dispensados’ pelos atendentes, por não haver médicos na unidade. Outros relataram ainda que após longa espera foram avisados que iria demorar, pois não havia profissional para atender. Em outra situação, o usuário teve a demora justificada pela troca de plantão.

 

Em contato telefônico com a unidade, nossa reportagem foi informada por uma atendente, por volta das 20h00, de que havia um único médico realizando atendimentos, e que um outro profissional estaria vindo de Marília para ajudar no plantão.

Questionada sobre quais atendimentos estavam sendo realizados no local, a moça esclareceu que casos de covid e urgência e emergência, e que se fosse necessário atendimento de outras enfermidades, o Posto da Cohab também  estava em atendimento.

 

 

A empresa que está responsável pela gestão da UPA de Ourinhos, desde o dia 26 de março, é a INCS – Instituto Nacional de Ciências de Saúde.

Segundo postagem nas redes sociais oficiais da administração ourinhense, o Hospital Covid está sendo reestruturado para, possivelmente a partir da próxima quinta-feira, 15 de abril, prestar atendimento de portas abertas para todos os estágios de casos de covid, tanto suspeitos quanto positivados, o que deve aliviar um pouco a situação da UPA.

 

Falta de profissionais da área da saúde atinge maioria dos municípios da região

Em reunião com prefeitos que compõem a UMMES – União dos Municípios da Média Sorocabana, ficou acordado que mais 10 leitos de UTI serão implantados na Santa Casa de Ourinhos. O prefeito Lucas Pocay teria pedido ajuda para as cidades vizinhas para alocar profissionais da saúde para a cidade, mas os municípios da região também sofrem com o problema da falta de profissionais, que sobrecarrega o sistema de saúde, principalmente na UPA causando transtornos para a população.

 

Veja vídeo feito por uma munícipe na UPA viralizou na internet na tarde deste sãbado: 

 

 

O vereador Guilherme Gonçalves, que tem se dedicado muito à fiscalização na UPA, defendendo o direito da população por um atendimento digno, também esteve no local, acionado por usuários.

 

 

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

×