fbpx

quarta, 27 de outubro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Com surto de covid Lar Santa Tereza registra três óbitos pela doença

Em entrevista ao Negocião, Dr Gilberto Severino, médico geriatra do lar, esclarece casos de morte

 

Marcília Estefani

 

O Lar de idosos Santa Tereza Jornet de Ourinhos registrou nos últimos dias vários casos positivos de covid-19. Moradores do lar e funcionários foram acometidos pelo vírus gripal e entre eles houve três óbitos, que, segundo Doutor Gilberto Severino, médico geriatra do abrigo, aconteceram por complicações da doença, visto que as vítimas já possuíam comorbidades graves.

 

Doutor Gilberto Severino é médico geriatra conceituado em Ourinhos e acompanha os idosos do lar (Imagem: Arquivo pessoal)

 

Segundo o médico, no Lar, desde o início da pandemia, foram tomadas todas as medidas de proteção aos moradores, inclusive, com proibição de visitas de familiares, passando-se assim até este mês, sem incidência de casos no local.

Até o momento, Dr Gilberto confirma que doze idosos foram positivados, além de alguns funcionários, e que na quinta-feira, 19/8, vários já voltaram ao Lar.

“Eles foram internados no Hospital de Campanha, para serem acompanhados de perto, e para cumprir o distanciamento, além dos médicos que atendem no hospital, eu também estou acompanhando todos os casos pessoalmente, e ontem vários já voltaram para a ‘casa’ [o lar], ficando ainda dois ou três internados, que devem ter alta nos próximos dias”.

Sobre os óbitos, Severino afirmou que foram três, e que os idosos já estavam sendo acompanhados por ele devido a sérias comorbidades, e que o estado de saúde destes idosos já era bastante delicado.

“Essas pessoas já estavam prestes a falecer, estavam na finitude, acompanhados por mim (…) uma delas já estava há mais de 5 anos acamada (…) aconteceram pelas patologias crônicas que tinham agravadas pelo envelhecimento (…) como geriatra eu falo que o vírus veio e as complicações da covid-19 muitas vezes podem acelerar o óbito”.

Doutor Gilberto contou também, que ainda não há uma certeza de como o vírus chegou até o Lar, como pode ter ocorrido esta contaminação, que pode estar relacionada com a reforma que está acontecendo no Lar, as missas que estão sendo realizadas, as trocas de plantão, da equipe, nenhuma dessas possibilidades foi confirmada.

O médico ressaltou o apoio direto da vigilância sanitária, “a Carol e sua equipe estiveram a todo momento acompanhando cada caso”.

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

×