fbpx

terça, 22 de junho de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Comissão Municipal Mista do IAMSPE se reúne em Ourinhos

Os membros decidiram que vão continuar buscando meios para renovação do convênio com a Santa Casa

 

 

Marcília Estefani

 

 

Na manhã da quinta-feira, 6, a Comissão Municipal Mista do IAMSPE se reuniu no escritório de atendimentos aos beneficiários, localizado na Rua Cardoso Ribeiro, 8, no centro da cidade, para debaterem sobre os últimos acontecimentos em relação ao impasse entre Santa Casa de Misericórida de Ourinhos e Iamspe.

O encontro foi promovido pelo Presidente Roberto Cesário Bachiega, onde se reuniram, além dos membros da Comissão, Enizal Vieira, Nelson Montezzi (Afuse), Luís Antonio Horta da APEOESP, José Henriqueto Dealis e Mauro Augusto Carvalho, representantes da polícia civil, Cleny de Lourdes Santana Dias, representante regional da APAMPESP, e o assessor regional do Deputado Estadual Enio Tatto, Antonio Amaral Junior, o Toninho do PT.

 

Reunião promovida pelo Presidente Roberto Cesário Bachiega na quinta-feira, 6 de maio em Ourinhos

 

Os representantes debateram sobre os últimos acontecimentos, principalmente sobre a negativa da Santa Casa de Ourinhos em voltar a atender mediante a mesma tabela de valores dos procedimentos. O hospital afirma que é necessário reajuste, para evitar mais prejuízos.

Por outro lado, os membros da comissão alegam que tem 80 hospitais e mais 2 mil prestadores de serviços, entre clínicas, laboratórios e outros prestadores de diversas especialidades, em atendimento no estado. Eles questionam o posicionamento da Santa Casa.

“Se tivessem prejuízos não estariam atendendo, sendo que desses, poucos são entidades filantrópicas, que contam com benefícios e isenções como a Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos”, concluíram.

Os presentes discutiram sobre todas estas questões e chegaram a conclusão que irão continuar a luta pela volta do atendimento pelo IAMSPE na Santa Casa, se empenhando com todos os esforços possíveis e necessários, apelando principalmente aos membros da diretoria da Santa Casa, porque a decisão só depende dela.

Com o retorno do atendimento, eles se comprometem a somar esforços, reivindicando o reajustamento da tabela, que entendem ser justo, visto que houve aumento significativo nas contribuições dos beneficiários.

O grupo promete ainda buscar apoio com as autoridades locais, deputados que já apoiam e ainda procurar apoio de outros, e, também, da população em geral.

 

 

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

× Como posso te ajudar?