fbpx

sbado, 17 de abril de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Equipe que vai operar o uso dos Elmos começa a ser treinada

Presidente da ACE, Robson Martuchi, enaltece a agilidade e eficácia da ação dos empresários que colaboraram para a aquisição dos capacetes

 

Da redação

 

De acordo com o presidente da Santa Casa, Celso Zanuto, a realização do treinamento para a equipe que vai operar o uso dos Elmos começou na segunda-feira, 5. Durante a semana, segundo ele, serão realizados testes, com a perspectiva de colocar em uso os equipamentos o quanto antes. “É dessa forma que vemos a classe empresarial dando sua cota de contribuição para o bem de toda a comunidade e mostrando que é possível empreender ações inteligentes, rápidas e eficazes contra a Covid”, disse o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACE), Robson Martuchi.

 

O grande diferencial do capacete Elmo é reduzir em até 60% a necessidade de internação em leito de UTI

 

As 40 unidades dos capacetes de respiração assistida foram entregues na sexta-feira, no almoxarifado da Santa Casa, por volta das 18h30, coroando com êxito uma campanha de arrecadação de recursos junto a empresários de Ourinhos. Segundo Carolina Corral Rapchan, idealizadora da iniciativa, ficarão 30 Elmos para uso dos pacientes da Santa Casa e 10 para internados no Hospital Covid da Prefeitura. Além de Carolina, estiveram no local para receber a entrega, Beth Bressanin, empresária que ajudou a coordenar a campanha; Celso Zanuto, presidente da Associação da Santa Casa; prefeito Lucas Pocay e o chefe de gabinete André Constante, pela Prefeitura.

 

Ficarão 30 Elmos para uso dos pacientes da Santa Casa e 10 para internados no Hospital Covid da Prefeitura

 

O grande diferencial do capacete Elmo, desenvolvido no Estado do Ceará, é reduzir em até 60% a necessidade de internação em leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e a intubação, utilizando um mecanismo de respiração artificial não invasivo. O capacete tem demonstrado desde seus testes iniciais ser positivo no tratamento da insuficiência respiratória causada pelo novo coronavírus.

“A gente nem sabe como agradecer todo mundo que fez a doação. A gente nem sabe o nome de todo mundo, são muitas pessoas. Eu acho que é um pontinho de esperança para a população nossa aqui de Ourinhos”, disse Carol Rapchan. “Ourinhos está sendo pioneiro nisso. Nós graças a Deus tivemos todo o apoio da turma de empresários, nós fizemos com muito carinho, estamos muito felizes e realizados porque realmente aconteceu. Foi uma ação muito gostosa de ter feito e hoje o prazer é imenso, é emocionante ver que nós vamos poder salvar vidas”, declarou Beth Bressanin.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.