fbpx

quinta, 09 de dezembro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Festa do Samba começa neste sábado

Da redação

A principal programação no Carnaval em Ourinhos será a Festa do Samba, que acontecerá nos dias 14, 15, 16 e 17 na quadra poliesportiva e no campo de futebol suíço do antigo Clube dos Ferroviários. Haverá apresentações musicais de grupos e intérpretes dos chamados sambas de raiz, de roda, partido alto, com espaço até para marchinhas tradicionais. A Secretaria de Cultura programou ainda a participação de ritmistas, trio elétrico e praça de alimentação através da Associação de Pais e Amigos do Bailado. Artesãos que integram o projeto Arte na Praça do Fundo Municipal de Solidariedade também estarão na Festa do Samba expondo e comercializando seus trabalhos.

“A Festa do Samba tem um formato um pouco diferente dos eventos carnavalescos tradicionais, nosso objetivo é exaltar o samba de qualidade aproveitando as suas características de alegria, emoção e participação popular”, explica o secretário de Cultura, Fernando Cavezale, que escolheu o antigo Clube dos Ferroviários este ano para abrigar a Festa. “Esse espaço foi doado pela União para o município com finalidade cultural, enquanto não edificamos um projeto ali queremos aproveitá-lo como mais um espaço para as artes na cidade”, informa Cavezale.

ATRAÇÕES – A programação começa às 17h deste sábado com o Grupo Tô no Meio, que vem arrastando fãs por toda a região. Os músicos voltam ao palco da Festa do Samba mais duas vezes, na segunda e na terça-feira. Ainda no sábado, a consagrada cantora ourinhense Juliane Spina, acompanhada da banda Cordão do Lalá, numa referência a Lamartine Babo, apresenta sambas de raiz e também um repertório selecionado de marchinhas de Carnaval.

No domingo, a partir das 15h, a Festa recomeça com um repertório adequado ao público infantil. “Percebemos no ano passado que muitas crianças acompanharam suas famílias no período da tarde e algumas até fantasiadas, daí a ideia de abrir um espaço para elas na programação”, destaca o secretário. Às 19h, quem comandará a Festa será o grupo santa-cruzense Borogodó do Samba, especialista em sambas clássicos e tradicionais.

Segunda-feira, as apresentações terão início às 18h com o renomado grupo Praça 11, responsável pela criação do projeto Samba & Botequim. Na sequência, será a vez do Grupo Tô no Meio.

Para fechar a Festa do Samba, na terça-feira, iniciando às 15h, Tô no Meio e Borogodó do Samba serão novamente as atrações.

ORGANIZAÇÃO – De acordo com a Secretaria de Cultura, todas as providências de segurança foram tomadas, incluindo projeto de incêndio, instalação de extintores, presença de brigadistas e socorro médico, orientadores e policiamento através da Polícia Militar. A Secretaria de Obras, sobretudo o setor Elétrico, a Secretaria de Serviços Urbanos e a SAE (Superintendência de Água e Esgoto) estão colaborando nas instalações elétricas, limpeza e abastecimento de água, respectivamente.

O Departamento de Trânsito da Prefeitura também realizará pequenas interdições como requisito de segurança exclusivamente nos horários de evento e fora dos horários comerciais, entre as ruas Rio de Janeiro e Engenheiro Frontim, e entre a rua Bahia, que estará livre para o tráfego, e a travessa Benedito Monteiro. O objetivo é impedir o tráfego de veículos defronte ao portão de entrada da Festa do Samba, na avenida Rodrigues Alves.

A entrada para todas as apresentações é gratuita, não sendo permitido o acesso portando bebidas ou recipientes como isopores e térmicas. Do lado de fora, haverá um caminhão do tipo “trio elétrico” para os intervalos dos grupos e, como propõe o secretário Fernando Cavezale, para estimular blocos e foliões que desejem matar a saudade do Carnaval de rua de Ourinhos.

 

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

×