fbpx

terça, 22 de junho de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Rede Municipal de Ensino vai adiantar férias de julho

Por conta da pandemia Secretaria Municipal de Educação achou por bem adiantar o recesso escolar do meio do ano, que será realizado de 17 a 28 de maio

 

 

Marcília Estefani

 

Após reuniões com o Conselho Municipal de Educação e órgãos competentes a Secretaria Municipal de Educação anunciou o retorno das aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino, conforme aprovação do Calendário Escolar do ano de 2021. O recesso escolar do meio do ano será adiantado e as aulas presenciais devem ser retomadas em junho.

Após várias semanas de encontros com os profissionais, buscando alternativas para um retorno seguro, no que diz respeito à preservação da saúde tanto de alunos quando dos docentes e demais equipes escolares, a Secretaria Municipal de Educação achou por bem adiantar o recesso escolar (férias) do meio do ano, que será realizado de 17 a 28 de maio.

As aulas presenciais devem ser retomadas no dia 7 de junho, seguindo todos os protocolos estabelecidos pelos órgãos de saúde, instituídos desde o ano passado e respeitando 35% de alunos.

As equipes da Rede trabalharão neste mês de maio para organizar as turmas que frequentarão as aulas iniciais, questões de transporte, merenda e tudo mais que envolve esse retorno seguro.

Segundo o Secretário Municipal de Educação, Wilson de Moraes, na última semana de maio haverá uma reunião com o Conselho Municipal de Educação, para nova avaliação, onde serão novamente avaliadas as possibilidades do retorno, diante do quadro pandêmico na cidade.

A Rede Municipal de Ensino esclarece que até o dia 14 de maio as aulas deverão permanecer de maneira remota.

 

RETORNO OPCIONAL

Vale ressaltar que, de acordo com a Secretaria de Educação, o retorno não é obrigatório, os pais que não se sentirem seguros de mandar os filhos para a escola, podem continuar fazendo uso do ensino remoto, que deve continuar por um período ainda indeterminado.

As famílias que tiverem dificuldade para realizar as aulas online podem fazer a retirada do material na secretaria das escolas.

 

REDE ESTADUAL DE ENSINO

Considerada atividade essencial pelo Estado de São Paulo, a educação básica pode ser mantida durante a fase vermelha, por isso as escolas da rede estadual retomaram as aulas desde o dia 14 de abril.

O retorno também é opcional para os pais, e foi dada prioridade para alunos mais vulneráveis, com maior necessidade de se alimentar na escola, que possuem dificuldades de acesso à tecnologia e com dificuldade de aprendizagem.

O ensino remoto será mantido, com aulas transmitidas diariamente pelo Centro de Mídias da Secretaria de Educação do Estado.

 

ESCOLAS PARTICULARES

Desde o início do ano de 2021, as escolas particulares têm autonomia para decidir se mantém ou não aulas presenciais, respeitando o limite de 35% de alunos por dia em cada unidade e respeito a todas as medidas de segurança sanitária previstas no Plano São Paulo.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

× Como posso te ajudar?