domingo, 17 de janeiro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Tragédia em Taguaí: motorista de ônibus se apresenta à polícia e relata falha em freio

Batida entre ônibus e caminhão aconteceu na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, entre Taguaí e Taquarituba (SP), e deixou 41 mortos.

 

O motorista do ônibus que se envolveu no acidente com um caminhão e deixou 41 mortos em Taguaí (SP) se apresentou à Polícia Civil e prestou depoimento nesta sexta-feira (27), em Avaré (SP).

Segundo G1 apurou, o motorista informou à polícia que seguia pela rodovia, quando outro ônibus que estava na frente teria freado e “balançado”. Na sequência, para não bater, ele alegou que jogou o ônibus para o lado quando também houve uma falha no freio do veículo e bateu na carreta no sentido contrário.

 

Acidente em Taguaí, no interior de SP — Foto: Reprodução/GloboNews

 

Segundo a polícia, com base nos relatos de testemunhas e do motorista, à frente do ônibus das vítimas havia outro ônibus e um caminhão. Agora, será investigado se o motorista do ônibus foi para a pista contrária por conta de falhas mecânicas ou para ultrapassagem.

Ainda de acordo com a polícia, também se apresentaram na delegacia nesta sexta-feira (27) os donos da empresa do ônibus, que não tinha autorização da Artesp para circular e estava com documentos irregulares.

O advogado que representa a empresa de ônibus, Adail Oliveira, contou ao G1 que a confecção que contratou o serviço de transporte, contrariando a versão da empresa. Questionada pela TV TEM, a empresa de jeans nega a versão e diz que o ônibus foi contratado pelos funcionários.

Em nota, a SSP informou que as investigações seguem em andamento pela delegacia de Taguaí. Foi realizada uma nova perícia nos sistemas de freio do ônibus envolvido nesta sexta-feira (27) e na próxima segunda-feira (30) será realizada outra perícia no local do acidente.

 

Acidente entre ônibus e caminhão deixou dezenas de mortos em rodovia de Taguaí (SP) — Foto: Reprodução/TV TEM

 

Cinco pessoas, entre elas três motoristas, uma vítima e uma testemunha, foram ouvidas e novos depoimentos serão colhidos nos próximos dias.

Ainda conforme a SSP, os laudos de exames necroscópicos e toxicológicos estão em andamento pela Equipe de Perícia Médico Legal (EPML) de Avaré e, assim que concluídos, serão analisados pela autoridade policial.

Veja entrevista com um dos sobreviventes, que afirma se lembrar de tudo o que aconteceu:

http://g1.globo.com/sao-paulo/itapetininga-regiao/videos/v/sobrevivente-relembra-acidente-que-deixou-dezenas-de-mortos-em-taguai/9055125/

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.