sbado, 31 de outubro de 2020

MAX. º MIM. º
TEMPO:

UNIFIO criou Comissão para decidir assuntos em relação ao COVID-19

O reitor, professor Murilo Ángeli dos Santos, designou professores dos cursos de Biomedicina, Ciências Biológicas, Enfermagem e Farmácia para assessoramento

 

Rose Pimentel Mader

 

O Centro Universitário UNIFIO designou uma Comissão Consultiva Docente, no dia 12 de março, para apoiar a Reitoria da instituição na tomada de decisões sobre assuntos que envolvem a questão do COVID-19.

O reitor, professor Murilo Ángeli dos Santos, designou professores dos cursos de Biomedicina, Ciências Biológicas, Enfermagem e Farmácia para assessoramento, acompanhamento das instruções das autoridades públicas, especialmente dos Ministérios da Saúde e Educação, e para consulta e orientações sobre as medidas emergenciais para conter a propagação do vírus COVID-19.

 

COMUNICADOS

A Reitoria emitiu três comunicados públicos oficiais: em 12, 16 e 20 de março. No primeiro, a Reitoria informou que o Centro Universitário UNIFIO acompanha as ações do COE/MEC (Comitê Operativo de Emergência do MEC), grupo criado pela Portaria nº 329/2020 do Ministério da Educação para gerenciar questões inerentes a assuntos sensíveis, de repercussão nacional e destacou:

“Com o crescimento do número de casos e a iminência de transmissão comunitária no Brasil, é importante que nos preparemos adequadamente para que façamos parte da solução do problema”.

Em consonância com políticas da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde (Secretaria de Vigilância em Saúde) e nos termos do OFÍCIO-CIRCULAR nº 3/2020 CGLNES/GAB/SESU/SESU-MEC, foram imediatamente suspensos todos os eventos acadêmicos (simpósios, palestras, congressos, seminários, visitas técnicas etc.) durante o período de circulação dos agentes causadores de síndromes gripais, como o COVID-19. Outra decisão foi a não utilização dos Auditórios do Centro Universitário UNIFIO, por serem locais que permitem maiores aglomerações em ambientes fechados.

No segundo Comunicado, emitido em 16 de março, a Reitoria, destacou a informação divulgada pela Plataforma IVIS do Ministério da Saúde (plataforma.saude.gov.br/novocoronavirus/) de que houve o crescimento do número de casos e inclusive casos de transmissão comunitária nos municípios de São Paulo e do Rio de Janeiro, determinando a suspensão preventiva das aulas presenciais pelo período de 5 (cinco) dias a partir do dia 17/03 até 21/03/2020 e assegurando que a Comissão Consultiva Docente continuará acompanhando as decisões dos Ministérios da Educação e da Saúde. Também mantiveram suspensos os eventos acadêmicos.

O terceiro comunicado estendeu a suspensão preventiva das aulas presenciais até 28/03/2020 e ainda estabeleceu que as tecnologias digitais educacionais serão utilizadas para manter as atividades educacionais e evitar prejuízos acadêmicos aos estudantes. Por não ser um período de férias escolares, a partir de 23/03/2020 os conteúdos das aulas serão desenvolvidos pelos professores por meio do “Conhecer”, Ambiente Virtual de Aprendizagem por meio do qual os estudantes receberão todos os direcionamentos para seus estudos, inclusive com as recomendações de leituras dos artigos científicos e dos capítulos de livros (disponíveis nas Bibliotecas Virtuais do Centro Universitário UNIFIO) que fazem parte da Bibliografia Básica e Complementar de cada disciplina.

Todos os comunicados destacam que aqueles que apresentem quadro compatível com a doença (febre e/ou tosse, coriza/espirros, mialgia), mesmo que ainda SEM diagnóstico laboratorial, devem permanecer em casa e procurarem serviço de saúde para diagnóstico e tratamento.

A instituição chamou atenção sobre as medidas que reduzem contágio e disseminação: lavagem de mãos com água e sabão ou uso do álcool em gel com frequência, cuidados ao tossir e espirrar, prevenção de contato das mãos com a própria face, além de aperto de mãos e abraços.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.