segunda, 08 de maro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Vendas no “Carnaval” alcançaram saldo positivo, segundo comerciantes

Horário do comércio se mantém das 9h às 17h, de segunda a sexta e neste sábado

 

Da redação

 

Pela primeira vez na história do país não aconteceram as celebrações festivas da maior festa popular do mundo, o Carnaval. Um dos efeitos diretos foi o cancelamento do ponto facultativo na segunda e terça, conforme cada setor de atividade. Para o comércio, que funcionou normalmente das 9h às 17h, foi uma experiência também inédita e válida, de acordo com informações colhidas pela Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos (ACE) junto a alguns comerciantes.

O consenso, segundo a ACE, é de que valeu a pena funcionar nesses dois dias, embora o maior movimento tenha ocorrido somente na segunda-feira, dia em que o comércio, em sua maioria, já funcionava no período do Carnaval em anos anteriores. “Na segunda, o movimento foi bom”, informou Fernando Henrique Ramos de Oliveira, gerente de uma loja esportiva localizada na primeira quadra do Calçadão de Ourinhos.

 

Segundo a ACE, valeu a pena funcionar nesses dois dias, embora o maior movimento tenha ocorrido na segunda-feira

 

Fernando, que também colabora na coordenação de vendas de outras lojas do grupo calçadista em que trabalha, afirmou que o movimento na segunda-feira foi igual aos de outros anos. “Na terça, o movimento ficou um pouco abaixo do esperado”, afirmou.

“Segunda foi muito bom o movimento. Terça estava com cara de feriado, mas mesmo assim valeu a pena abrir”, comentou Camila Pacifico Reveliú Gilberti, proprietária de ótica localizada na rua 9 de Julho. Segundo ela, ontem o fluxo principal foi de clientes retirando óculos e fazendo ajustes.

 

Apesar do clima de feriado na terça-feira, com movimento menor, o comércio permaneceu aberto das 9h00 às 17h00

 

Um aspecto que validou a abertura nesses dias, conforme a ACE, foi poder compensar um pouco os dias em que o comércio ficou fechado por conta da quarentena. “Estamos em fase de recuperação de perdas, por isso todos os dias em que o comércio puder trabalhar será benéfico para empresários, comerciários e para a economia da cidade como um todo”, defende Robson Martuchi, presidente da ACE Ourinhos.

Com base no último decreto municipal, o comércio segue abrindo das 9h às 17h, inclusive no próximo sábado, dia 20.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.