fbpx

segunda, 17 de janeiro de 2022

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Veterinário alerta população sobre casos de Febre Maculosa na cidade

Hernani Corrêa

Ourinhos está em alerta para uma possível epidemia de Dengue na cidade. Fato esse que a prefeitura municipal lançou nessa semana a Campanha “Todos contra a Dengue”, visando conter o avanço dos inúmeros casos já detectados em Ourinhos, através de um mutirão que envolverá diversas secretarias.

Mas não é só essa preocupação que precisamos ter, segundo informou o veterinário, Dr. Ricardo Villas Boas, diante dos vários casos da Febre Maculosa em animais que têm diagnosticado em seu consultório.

Além da Dengue que mata, a Febre Maculosa também faz suas vítimas, como aconteceu com uma criança de 3 anos do Jardim Anchieta, recentemente na cidade, comprovada através de laudo médico.

O veterinário alerta que, “tendo em vista o calor e a umidade, nós estamos percebendo o aparecimento de uma grande quantidade de carrapatos nas residências, os clientes vêm reclamando.

Ourinhos, de uma forma geral, é cercada por três rios: o Rio Pardo, Turvo e Paranapanema. A quantidade de capivaras, que é a fonte de infecção e consequentemente, as aves migratórias trazem para as residências e principalmente para as regiões localizadas próximas como Jd. Itamaraty, Pacheco Chaves e as margens do Rio Pardo, estamos percebendo uma quantidade de animais com a Erliquiose canina, mais conhecida como febre maculosa, febre que causa manchas. E é muito parecido com a Dengue. Então, nós temos surtos de Dengue e também temos aparecimento da Febre Maculosa em cães”, observa o profissional.

Segundo ele, isso não acontece só em Ourinhos. “Há notícias de pessoas em Pirajú, que por conta de pescadores e de pessoas que vão nas margens dos rios, em virtude do calor, serem picados por carrapatos. E esse carrapato, a partir de duas ou três horas ele pode inocular uma Rickettsia (“rickettsias são microoganismos que possuem características tanto das das bactérias como dos virus , esse nome vem do patologista americano Howard Taylor Ricketts que morreu de tifo ao estudar essa doença). fonte Manual Merck.

 

Sintomas – Quanto aos sintomas, o veterinário informa que são febre, mal estar, manchas pelo corpo. “Também temos que tomar cuidado, pois nem toda a Dengue pode ser Febre Maculosa e o inverso também é proporcional. Temos sempre que ter um alerta sobre isso e também não causar pânico à população que deve procurar um médico”, diz.

Segundo Villas Boas, é difícil combater o avanço, porque o foco da doença está em áreas preservadas, que não podem ser atingidas. “Como disse, devido a essa bacia hidrográfica que cerca a cidade, graças a Deus, senão estaríamos sofrendo com a falta de água também como em outros lugares, alertamos para o seguinte fato. As Áreas de Preservação Permanente – APP – não podem ser atingidas, atacadas com agrotóxicos, e isso faz com que aves migratórias, como pombas e pardais tragam esses carrapatos para as residências, que são criados em grandes roedores como capivaras e outros animais, que existem em quantidade nessas áreas”, advertiu.

Ourinhos é uma cidade que possui uma grande fonte de alimentação para as carrapatos. “É preciso alertar as autoridades e a população em geral. Imagine que cada casa em Ourinhos tenha um cachorro. Segundo uma pesquisa realizada a 10 anos em São Paulo, para cada criança que nascia, nasciam 25 cachorros e 45 gatos. A OMS – Organização Mundial da Saúde – acredita que 30% da população teria um animal em casa. Ourinhos, com 100.000 habitantes, nesse caso, tem 30.000 cachorros, uma fonte grande de alimentação para esses carrapatos”, pontua o veterinário.

Mas existem medidas que, segundo ele, podem e devem ser tomadas pela população e autoridades para que a doença não avance: pulverização nas residências; avisar os vizinhos e levar ao conhecimento das autoridades da Secretaria de Saúde e a Vigilância Sanitária sobre a ocorrência em sua residência. Dessa comunicação poderia se elaborar um mapa onde a incidência do aparecimento da doença, isso já é realizado no caso da Dengue, finaliza o profissional.

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

×