fbpx

quarta, 08 de dezembro de 2021

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Indivíduo acusado de pedofilia encontrado morto no Lago do Royal Park morreu afogado

A acusação foi mantida pelas menores e o caso segue investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Ourinhos

 

Marcília Estefani

 

Investigações sobre a morte de José Rodrigues Júnior, 35 anos, encontrado morto boiando no Lago do Royal Park em Ourinhos avançam e polícia afirma que apesar de sofrer vários tipos de lesões, ele morreu afogado.

 

INVESTIGAÇÕES: Imagens de Câmeras de segurança mostram que a vítima foi abordada logo que saiu da CPJ, nas proximidades do Lago, onde foi torturado. Segundo informações do delegado de polícia, Dr João Ildes Beffa, o rapaz não foi vitimado com disparo de arma de fogo. Ele teve as duas orelhas decepadas, e tinha também lesão de defesa no braço. “As circunstâncias da morte ainda estão sendo investigadas, porém, já se pode afirmar que José Rodrigues morreu afogado”, afirmou o delegado ao Jornalista Alexandre Mansinho.

Na sexta-feira, 5/11, duas pessoas foram presas através de cumprimento de Mandado de Prisão Temporária na casa dos suspeitos, com o apoio da Polícia Militar. Ambos estão à disposição da justiça na Cadeia Pública de São Pedro do Turvo.

 

ACUSAÇÃO DE ABUSO SEXUAL: A acusação foi mantida pelas menores e o caso segue investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Ourinhos.

 

ANTECEDENTES: José Rodrigues Júnior já tinha passagens pela polícia, e cumpriu pena no estado de São Paulo, por homicídio.

 

RELEMBRE O CASO: O corpo do homem foi resgatado pela equipe do Corpo de Bombeiros de Ourinhos na noite da quinta-feira, 28/10, após o mesmo ter se envolvido em uma confusão no condomínio que morava.

Ele foi agredido por algumas pessoas e acusado de produzir vídeos de cunho pornográfico com a própria filha e outras meninas, todas menores de idade, para encaminhar à sites específicos, inclusive de outros países.

Todos foram encaminhados à Central de Polícia Judiciária, para o registro dos fatos, e por falta de provas, por volta das 3h00 da madrugada, José também foi liberado.

 

Mais uma ocorrência de pedofilia está sendo investigada em Ourinhos

Na última semana, mais um homem foi acusado em Ourinhos de abusar sexualmente da própria filha. C.H.C., 39 anos, foi preso através de Mandado de Prisão Temporária na manhã da quarta-feira, 10/11.

Após registrar um boletim de ocorrência de desaparecimento da filha, no domingo 7/11, o homem divulgou o caso nas redes sociais e muitas pessoas compartilharam na esperança de encontrar a menina.

Acontece que a menina, que morava apenas com opai após o falecimento da mãe, vítima de covid, teria saído de casa para fugir dos abusos pai, buscando ajuda de parentes, e formalizou a denúncia. O caso segue também sob investigações da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Ourinhos.

O acusado foi preso em Marques dos Reis/PR.

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.

×

Olá

Clique abaixo para falar conosco pelo WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

×