quinta, 01 de outubro de 2020

MAX. º MIM. º
TEMPO:

Três homens e uma mulher são presos por furto de carro, sendo que um casal ainda portava notas falsas

Os ourinhenses furtaram um carro em Salto Grande e voltaram para Ourinhos, onde foram presos

 

Marcília Estefani

 

Policiais Militares foram acionados na noite do domingo,13, para uma ocorrência que resultou na prisão de quatro pessoas, acusadas de furtarem um veículo em Salto Grande. Com os indiciados foram localizados ainda R$ 7.520,00 em notas falsas.

Um morador da cidade de Salto Grande, esteve na noite do domingo, no GP daquela cidade, noticiando que colocou seu carro, um Fiat Eletronic verde, a venda em rede social, sendo que um interessado, com perfil de identificação com nome de Isabele, entrou em contato para negociar a compra e foi até sua residência para ver o veículo.

GOLPE – O indivíduo que se dizia interessado no carro, foi até a casa da vítima, onde foi atendido por R.D.A., esposa do denunciante, e pediu para olhar o interior do Fiat, e logo após, para experimentar o mesmo. Em posse das chaves, ele saiu para uma volta e não retornou.

A mulher resolveu acionar o marido, que fez a denúncia. Segundo a vítima, o homem chegou em sua casa em uma Meriva prata, que em seguida se dirigiu sentido saída da cidade.

INÍCIO DAS BUSCAS  – Os policiais militares comunicaram o Copom, passando as características dos veículos, e iniciaram o patrulhamento. Ao acessarem a Rodovia Raposo Tavares sentido Ourinhos, localizaram o veículo Fiat Uno abandonado no acostamento, sem a bateria, sendo encaminhado à CPJ através do guincho do permissionário.

Dando continuidade às buscas, a equipe, ao adentrar o Jardim Guaporé, avistou um veículo Meriva, conduzido por Geneci de Franca Barros, 51 anos, morador do Jd Santos Dumont em Ourinhos, estacionado na Rua Edwin Haslinger, e no seu interior mais dois homens, uma mulher e um bebê.

 

 

DINHEIRO FALSO É ENCONTRADO – Durante abordagem e revista pessoal nos indivíduos, foi localizado com a pessoa de Robson da Silva Moraes Furtado, 27 anos, morador do Vale do Sol em Ourinhos, sete notas de R$ 100,00 aparentemente falsas. No veículo, atrás do banco do motorista foi encontrada uma bateria de carro, marca Ultra Cel, 45 amperes.

VERSÕES DOS INVESTIGADOS – Entrevistados separadamente, Dorival disse que receberia de Robson 5 pedras de crack para que fingisse ser um possível comprador do Fiat Uno, que havia subtraído o veículo, mas o abandonou no acostamento, pois acabou o combustível, momento em que verificaram que a bateria era nova e resolveram furtá-la.

Geneci, proprietário do Meriva, contou aos militares que Robson abasteceu o carro e lhe daria R$ 50,00 para que o levasse até Salto Grande.

Patrícia Vítor da Silva Moraes Furtado, esposa de Robson, disse que o marido falou apenas que iriam até Salto Grande comprar um carro.

Robson afirmou que não sabia nada do carro, e a respeito das notas falsas, disse ter comprado pela internet, e que ia fazer um dinheiro com elas.

REGISTRO DOS FATOS – Diante dos fatos, foram todos, inclusive o veículo Meriva, a bateria e as notas falsas, conduzidos à Central de Polícia Judiciária de Ourinhos, onde foram autuados por furto.

A bateria foi identificada como sendo parte do Fiat Uno. Ambos foram entregues à proprietária R.D.A, que reconheceu Dorival como sendo a pessoa que esteve em sua casa interessado na compra do carro.

MAIS NOTAS FALSAS – Na residência de Robson e Patrícia, foram encontradas ainda 30 notas de R$ 100,00 e 191 notas de R$ 20,00, todas aparentemente falsas, totalizando R$ 7.520,00.

 

 

As notas foram apreendidas e encaminhadas à Polícia Federal de Marília para posterior exame pericial. Além de responder pelo furto do carro o casal também foi autuado pelo uso de dinheiro falso. Todos foram encaminhados à Cadeia Pública de São Pedro do Turvo, onde ficaram à disposição da justiça.

© 1990 - 2019 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.