sexta, 12 de julho de 2024

Comerciante ourinhense e caseiro de chácara são presos por tráfico de drogas

Publicado em 24 jul 2019 - 11:59:26

           

 

Em patrulhamento ostensivo pelo Jardim Itamaraty, na tarde da terça-feira, 24, equipes da ROCAM e Força Tática prenderam o comerciante Marcelo Fadine Muniz da Silva, 33 anos, e Valmir dos Santos, caseiro, envolvidos com o tráfico de drogas.

Durante honda, policias da ROCAM visualizaram o veículo VW/Gol, sendo que seu condutor, Marcelo, ao perceber a presença da viatura, demonstrou certo nervosismo e desviou sua trajetória, o que motivou abordagem. O investigado não apresentou nada de ilícito durante busca pessoal, porém foi encontrado no interior de seu automóvel um cartão de conta corrente do banco Santander em nome de terceiros, sendo que o mesmo não soube explicar o fato.

Por haver várias denúncias contra o suspeito por tráfico de drogas, foram efetuadas buscas também em sua residência, na Rua Lauro Zimmermam, Condomínio Moradas Ourinhos, fato que deixou o investigado bastante alterado, afirmando que no local não teria nada de ilícito, com tentativas de franquear a entrada dos policiais. Sem sucesso, Marcelo confessou que possuía sim drogas no local.

Com o apoio da Força Tática 31173, foi localizado na residência 8 porções de cocaína e R$ 64,00 em dinheiro. Na cozinha da casa havia também um prato contendo resquícios de cocaína juntamente com duas lâminas de barbear, e um pote pequeno contendo mais uma porção de cocaína que pesou 12,25 gramas.

O comerciante então informou aos policiais que seu fornecedor, ‘Ricardo’, guardava as drogas em uma chácara no Jardim Guaporé, indicando o local, onde foi encontrado o caseiro Valmir dos Santos, que acabou por confessar que permitiu que o mesmo ‘Ricardo’ guardasse o produto ali, recebendo para isto a quantia de R$ 1.000.

Ele abriu um quartinho nos fundos de uma capela na chácara (Cabana Wellington), onde havia dentro de um balde duas grandes porções de cocaína (1,200 kg) e mais uma balança de precisão.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante delito a Marcelo e Valmir e conduzidos à CPJ para as providências cartorárias, sendo em seguida encaminhados para a Cadeia Pública de São Pedro do Turvo, onde ficarão à disposição da justiça.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.