segunda, 15 de abril de 2024

Família é sequestrada em Santo Antônio da Platina, e suspeito morre em confronto com a polícia

Vítimas são proprietárias de um posto de combustíveis do município e ficaram cerca de 2h30 refém dos suspeitos. Caso aconteceu na noite de domingo, 16/7

 

Da redação

 

Uma família, proprietária de um posto de combustíveis em Santo Antônio da Platina/PR, foi sequestrada, na noite de domingo, 16/7, e mantida refém por um dos criminosos, que morreu durante confronto com a polícia.

As vítimas estavam em sua residência, no centro da cidade, quando dois homens invadiram o local, renderam pai, mãe e filho que ficaram em um cômodo da residência por cerca de 2h30. Durante este tempo, os homens exigiram que fossem realizadas transferências bancárias para libertá-los.

 

Imagem: Luiz Guilherme Brandani

 

Após esse período, o filho foi colocado em um carro e levado por um dos criminosos até a loja de conveniência do posto de gasolina para entregar um malote de dinheiro ao suspeito. No local, um policial da reserva que conhece a família observou a ação e desconfiou, acionando a PM-PR.

Os policiais se deslocaram até o local e abordaram o suspeito, que foi rendido. Com o indivíduo, foi encontrado um revólver calibre 32.

 

Divulgação/PMPR

 

O homem informou, ainda, que seu comparsa estava fazendo o casal refém na casa da família. Com isso, a PM-PR acionou todas as equipes das proximidades para que um posto de observação fosse armado na frente da residência das vítimas.

O suspeito e o casal, contudo, não estavam no local. O indivíduo colocou as vítimas em um veículo e saiu pela cidade, mas voltou à casa da família.

Após ser abordado pela polícia, fugiu pelas casas da vizinhança se escondendo e, ao ser encontrado pelos policiais, resistiu à abordagem, o que deu início a um confronto armado.

O homem foi alvejado e morreu no local. Equipes do Samu (Sistema de Atendimento Móvel de Urgência) e do Siate (Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência) foram acionadas e constataram o óbito. O corpo foi recolhido pelo IML (Instituto Médico Legal).

Com ele foi localizada uma pistola calibre 765, além de dois celulares.

A família não se feriu e a Polícia Civil do Paraná será responsável por investigar o caso, bem como uma possível ligação entre os suspeitos e outros crimes registrados na região.

(Com informações bonde.com.br)

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.