segunda, 17 de junho de 2024

Idosa é estuprada em lar de longa permanência no Paraná

Reprodução: G1 PR e RPC Londrina

Uma idosa, de 71 anos, foi estuprada e teve o celular roubado por um homem que invadiu o Lar dos Velhinhos Dona Aracy Barbosa, em Andirá, no norte do Paraná. Imagens de câmera de segurança registraram o suspeito andando dentro do lar e também empurrando a vítima.

O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (29). O suspeito, de 31 anos, foi preso horas depois, segundo a Polícia Civil.

Em uma das imagens, é possível ver a idosa caminhando pelo corredor e, logo depois, um homem de máscara e blusa preta aparece no vídeo e vai em direção à vítima. Ele faz sinal de silêncio e, então, a segura pelos braços.

Na sequência, ele puxa a idosa pelo braço e arrasta para o lado de fora de um portão. O suspeito volta sozinho e vira a câmera para baixo.

Quatro minutos depois, outra câmera registra o homem empurrando a idosa, sem roupa, por um corredor. As imagens não mostram, mas depois do crime, o homem rouba o celular da vítima e vai embora, de acordo com a polícia.

De acordo com o delegado Gabriel Caldeira, responsável pelo caso, a idosa foi levada para o hospital com ferimentos. Disse ainda que está investigando se o estupro ocorreu antes ou depois do momento registrado pela câmera de monitoramento em que a mulher aparece sendo empurrada pelo corredor.

O delegado Gabriel Caldeira afirmou que o suspeito foi encontrado pela Polícia Militar (PM) no final da manhã desta quarta-feira (29) em uma casa. Ele não teve o nome revelado.

O homem deve responder por estupro praticado contra uma pessoa idosa e por roubo. Se condenado, pode ser de 8 a 15 anos, sendo aumentada, no caso de lesão corporal grave, de 10 a 20 anos; no caso de morte, de 12 a 30 anos.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.