segunda, 15 de abril de 2024

Jovem é preso em flagrante após roubo de celular em escola estadual de Ourinhos

O  indivíduo entrou na escola, abordou uma zeladora de 44 anos e portando uma arma de fogo, roubou seu celular

 

Na noite da última quarta-feira, dia 28 de fevereiro, um incidente de roubo na Escola Estadual Esmeralda Soares Ferraz, localizada na Rua Prudente de Morais, 400, Vila Soares, em Ourinhos (SP), resultou na prisão de um jovem de 18 anos identificado como Andrei M. dos S. T..

De acordo com informações registradas pela polícia, os policiais militares Sgt Abilio e Cabo Grego foram acionados para atender a uma ocorrência de roubo em andamento na referida escola, por volta das 19h. O relato indicava que um indivíduo, posteriormente identificado como Andrei, havia adentrado à escola, abordado uma zeladora de 44 anos e, portando uma arma de fogo, roubado seu celular. Em seguida, o suspeito fugiu em direção à Barra Funda.

As equipes de patrulhamento localizaram Andrei em uma bicicleta e, ao tentarem abordá-lo, ele empreendeu fuga pelas ruas próximas, adentrando quintais e telhados de residências vizinhas. Após um cerco policial, o jovem foi interceptado no cruzamento da Rua José Bonifácio com a Rua Brasil. Durante a abordagem, Andrei resistiu, o que exigiu o uso de força moderada para contê-lo e algemá-lo.

No entanto, durante a prisão, não foram encontrados em posse de Andrei nem o celular da vítima nem a suposta arma de fogo utilizada no roubo. O jovem apresentava ferimentos aparentes no nariz e queixava-se de dores nas pernas, sendo conduzido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local para receber atendimento médico. Após ser medicado, ele foi liberado e levado ao Plantão Policial.

A zeladora relatou que, por volta das 19h, percebeu alguém chamando no portão da escola, utilizando a palavra “mano”. Temendo pela sua segurança, não abriu o portão e, ao ameaçar chamar a polícia, o suspeito pulou o portão para o interior da escola, exibindo uma arma de fogo. O indivíduo se aproximou, exigindo ver o celular da vítima para verificar se ela havia realmente acionado a polícia. Após exibir o aparelho, o suspeito subtraiu-o e fugiu do local.

Os filhos da zeladora, uma mulher de 23 anos, e um menino de 4 anos, estavam presentes no momento do incidente.

Andrei admitiu ter estado no local para cobrar uma dívida de quinhentos reais da vítima e de seu esposo, confessando ter realmente tomado o celular da zeladora, mas negou estar portando uma arma de fogo. O celular do suspeito foi apreendido para fins de investigação.

O jovem foi autuado em flagrante por infração ao Artigo 157, § 2°A, inciso I, do Código Penal Brasileiro, permanecendo recolhido no Plantão Policial aguardando agendamento de sua audiência de custódia. Ele foi assistido por um defensor público e sua mãe compareceu ao Plantão Policial e foi informada sobre a prisão do filho. Foi expedida uma requisição de exame cautelar no Instituto Médico Legal (IML).

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.