terça, 21 de maio de 2024

Motoristas recebem reembolso de R$ 3,6 mil após caírem em golpe de cursos para obtenção de emprego

Embora o caso tenha acontecido em outra cidade, fica a dica para motoristas de outras localidades

 

Por g1 Presidente Prudente

 

A Polícia Civil recuperou na quinta-feira (1º), em Martinópolis (SP), todos os valores que haviam sido depositados por motoristas que caíram em um golpe no último dia 25 de agosto. O montante de R$ 3,6 mil foi devolvido em dinheiro pelo advogado do golpista diretamente às vítimas após uma reunião realizada na Delegacia da Polícia Civil daquela cidade.

Com a falsa promessa de agilizar cursos profissionalizantes para empregos, o golpista, um homem de 35 anos, deu um prejuízo de R$ 3,6 mil aos caminhoneiros. No total, sete motoristas já foram identificados como vítimas que caíram na fraude ao transferirem dinheiro para o suspeito que lhes oferecia em troca uma falsa agilização de cursos exigidos para o emprego.

 

Vítimas de golpe recuperam dinheiro perdido nesta quinta-feira (1º), em Martinópolis (SP) — Foto: Polícia Civil

 

Com os dados telefônicos em mãos, cedidos pelo serviço de intermediação de mão-de-obra dos municípios, o golpista entrou em contato com os motoristas e os informou que, para conseguirem os cargos, precisariam de três diferentes cursos: MOPP, NR35 e NR20.

De acordo com o delegado Renato Pinheiro, responsável pelas investigações sobre o caso na Polícia Civil, o homem afirmava às vítimas que possuía um contato dentro do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e que, por dispor desta suposta conexão, conseguiria agilizar estes cursos para que os motoristas conseguissem o emprego desejado.

Porém, para facilitar o procedimento, o golpista exigia que as vítimas lhe transferissem valores que variavam entre R$ 300,00 e R$ 700,00. Ao todo, a Polícia Civil estima que o suspeito tenha causado um prejuízo de R$ 3,6 mil.

O golpista foi localizado pela Polícia Civil com dois aparelhos de telefone celular utilizados nos golpes, quatro chips de telefone e vários cartões bancários, no último dia 26 de agosto, em Tarumã (SP).

 

Vítimas de golpe recuperam dinheiro perdido nesta quinta-feira (1º), em Martinópolis (SP) — Foto: Polícia Civil

 

O homem confessou os crimes e prometeu ressarcir as vítimas. Foi marcada uma reunião nas dependências da Delegacia da Polícia Civil, em Martinópolis, com a presença de todas as vítimas e do advogado do suspeito. Todos os valores foram pagos integralmente e em dinheiro às vítimas nesta quinta-feira (1º), três dias após o registro dos fatos.

Ainda de acordo com o delegado Renato Pinheiro, a Polícia Civil, no momento em que efetuou a abordagem ao golpista na cidade de Tarumã, explicou-lhe a possibilidade de “negociar” com as vítimas a devolução dos valores obtidos ilicitamente para que elas não representassem criminalmente contra ele. O crime de estelionato depende de representação da vítima, o que deixa margem para tentar reaver o prejuízo sofrido, enfatizou o delegado.

Serviço

As pessoas que eventualmente se sentirem vítimas deste golpe podem entrar em contato com a Delegacia da Polícia Civil, em Martinópolis, pelo telefone (18) 3275-1311.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.