segunda, 15 de abril de 2024

Ourinhenses perdem mais de R$ 6 mil em golpes pelo WhatsApp

As duas ocorrências foram registradas nos últimos dias na CPJ de Ourinhos

Da redação

Na última semana duas mulheres registraram boletins de ocorrência na CPJ de Ourinhos, onde relataram terem sido vítimas de golpes efetuados pelo aplicativo do WhatsApp, abordadas por desconhecidos que se fizeram passar por seus filhos.

Uma das vítimas, uma mulher de 52 anos, moradora da Vila Moraes, contou que na terça-feira, 2 de maio, recebeu uma mensagem de alguém que se fez passar por seu filho, e lhe pediu que fizesse um Pix de R$ 2.889,00 para o Banco PagSeguro, em nome de Jesusmar Ferreira Martins. A mulher efetuou o pagamento e só descobriu que se tratava de um golpe após falar com o filho.

Já uma outra senhora, de 63 anos, da Vila Christoni, foi abordada também pelo whtaspp, por um número onde constava inclusive a foto de seu filho, que lhe pediu dinheiro para a compra de um outro celular, tendo a vítima atendido e realizado uma transferência de R$ 1.000,00 para Max da Silva Forte e um depósito para Viviane dos Santos, de R$ 2.000,00.

Mesmo não conhecendo os destinatários, a mulher efetuou os pagamentos, só posteriormente se dando conta de ter sido vítima de um estelionato.

As autoridades alertam a população em geral, para que não façam depósitos, transferências, PIX ou clique em links durante conversas pelos aplicativos, sem antes ligar para as pessoas que dizem estar do outro lado da conversa ou ligação. Todo cuidado é pouco e os criminosos são pessoas ardilosas que se preparam para iludir suas vítimas.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.