fbpx

sexta, 24 de junho de 2022

Polícia Civil prende 12 suspeitos em operação de combate à pedofilia na internet em 8 cidades de SP

Mais de 120 policiais civis participaram da Operação Skyfall de combate a esse time de crime pela internet. Em Assis (SP), um desempregado de 29 anos mantinha centenas de imagens de pedofilia.

 

Da redação

 

A Polícia Civil de São Paulo prendeu 12 pessoas na manhã desta quarta-feira (18) durante a segunda fase da Operação Skyfall contra a pedofilia na internet.

Participaram da operação cerca de 120 policiais que cumpriram 20 mandados de busca e apreensão em oito cidades de todo o estado.

 

Polícia Civil prende 12 suspeitos pela prática de pedofilia virtual em oito cidades de SP — Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

Em Assis (SP), policiais da Unidade de Inteligência (UIP8) de Presidente Prudente (SP) identificaram e prenderam um suspeito de 29 anos que mantinha centenas de imagens de pedofilia, identificadas pelos analistas nesta madrugada.

O suspeito, um desempregado, foi autuado em flagrante por crimes previstos em artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Como os crimes têm pena de 10 anos de reclusão, não foi possível a concessão de fiança.

A ação integrada também cumpriu mandados na capital e nas cidades de Nova Granada, Ilhabela, Porto Ferreira, Sumaré, Catanduva e São Carlos.

 

Polícia Civil prende 12 suspeitos pela prática de pedofilia virtual em oito cidades de SP — Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

A investigação teve início há alguns meses no Centro de Inteligência Cibernética da Polícia Civil em parceria com a unidade de inteligência do Deinter-5, de São José do Rio Preto, da Embaixada dos Estados Unidos e do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O objetivo da operação foi atingir tanto os abusadores sexuais como os consumidores que movimentam arquivos de pornografia envolvendo crianças nas redes, além de apreender dispositivos eletrônicos, como computadores, tablets, pen drives e celulares que possam ter sido usados no crime.

 

Polícia Civil prende 12 suspeitos pela prática de pedofilia virtual em oito cidades de SP — Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

A data de 18 de maio foi escolhida para deflagração da segunda fase da operação porque marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, instituído por Lei Federal. O nome da operação faz alusão à queda de um sistema que deve ser atacado pela força policial durante a ação.

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.