quarta, 22 de maio de 2024

Fim de semana de muita arte em Ourinhos

José Luiz Martins

 

Música, dança, teatro, circo, artes visuais, cinema e oficinas são as atividades artísticas e culturais do Circuito Sesc de Artes que volta a Ourinhos neste sábado, 20 de agosto, na Praça Melo Peixoto a partir das 16 horas com apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

O destaque é para as atividades artísticas circenses e espetáculos de teatro, como o arregimentado pelo grupo Soarte de Ourinhos, que traz o grupo Bornal de Bugigangas e as atrações do Circuito Sesc de Artes que percorre o estado como uma caravana itinerante por 118 cidades do litoral e interior. Na região, além de Ourinhos, o Circuito estará nas cidades de Assis também no dia 20, e em Palmital, no domingo (21).

 

TEATRO DE RUA – Sábado (20) às 16 horas na Praça Melo Peixoto

Cia. Mungunzá de Teatro traz a o espetáculo “Anonimato”.

O teatro de rua da Cia. Mungunzá será uma das atrações do Circuito Sesc de Artes neste sábado (20/08), com o espetáculo “Anonimato”, recheado de música protagonizado por atores e músicos, traz para dentro da praça central de Ourinhos, um teatro com grandes instalações, bonecos, perna de pau, figurino inflável e muita movimentação. O espetáculo é uma mescla de linguagens onde os artistas também se inspiraram no butô, dança que surgiu no Japão pós-guerra e ganhou o mundo na década de 1970.

Na peça oito personagens, figuras anônimas de uma cidade grande, são convocados de várias maneiras para um ato e se encontram numa caminhada. Os oito personagens – a mãe, a mulher-árvore, a vendedora de sonhos, o homem-placa, o pipoqueiro, o trabalhador, o homem que é “todo mundo” e a mulher que é “ninguém” – representam a multidão presente no ato e vão se transformando durante a caminhada.

Para o diretor Rogério Tarifa o espetáculo tem um tom fabular a partir do momento que o ato vai se teatralizando. “Anonimato fala sobre a retomada do teatro como lugar de encontro após dois anos de pandemia”.

 

TEATRO – Domingo (21) às 18 horas Núcleo de Arte Popular

“Sou Mulher e não serei outra coisa” com grupo Bornal de Bugigangas

Em uma parceria com o grupo de teatro Soarte de Ourinhos, o grupo de teatro Bornal de Bugigangas da vizinha cidade de Assis apresentará a peça “Sou Mulher e não serei outra coisa” dia 21 (domingo), às 18h, no Núcleo de Arte Popular na Praça Henrique Tocalino, em frente ao terminal de Circular no centro da cidade. A peça tem o objetivo de denunciar a violência de gênero, sensibilizar o público e promover o debate sobre o tema.

Durante a sua trajetória, que começou em 2018, o grupo Bornal de Bugigangas passou por diferentes formações e a peça por várias mudanças em relação ao cenário, figurino e elenco. Desde então, a Bornal de Bugigangas apresentou a peça em diversos locais e cidades e, após as apresentações, promoveu um debate com o objetivo de aprofundar os temas abordados durante o espetáculo.

A peça integra o projeto de Circulação de Espetáculos de Teatro contemplado pelo edital 02/2021 do ProAC, produzido pela CIRCUS, com a parceria do Ponto de Cultura Galpão Cultural de Assis e a realização do Governo do Estado de São Paulo. A dramaturgia é de Érika Oliveira, direção de Ricardo Bagge e atuação de Rafael Karnakis e Taynara Rafaela dos Santos.

 

CIRCO – Sábado (20) na Praça Melo Peixoto às 16 horas

Titânia a mulher mais forte do mundo – Cia. Circo Rebote

Também dentro do Circuito Sesc de Artes, Titânia, a mulher mais forte do mundo, tem narrativa inspirada em mulheres reais, com pitadas de mitos, histórias de força e reinvenção feminina. Formada pelos acrobatas e palhaços Atawallpa Coello e Erika Mesquita que usam habilidades circenses, como manipulação de bambolês, equilibrismos, acrobacias e demonstrações de força, para nos mostrar quem é Titânia.

Cia. Circo Rebote nasceu em 2004 com a proposta de realizar Circo Teatro e espetáculos de rua. Sempre pesquisando variadas linguagens artísticas, a dupla criou espetáculos repletos de acrobacia cômica, personagens excêntricos e música ao vivo.

Estes criativos e inovadores trabalhos da Cia. já participaram de diversos festivais em várias cidades do Brasil e em outros países como Peru, México, Chile, Alemanha, França, Itália, Suíça, Bélgica, Holanda e Porto Rico, Índia, Áustria, Tailândia, tendo grande êxito junto ao público por onde passaram.

Nos anos de 2008, 2011 e 2013 foram contemplados com o Prêmio Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo, criando espetáculos novos e realizando turnês por cidades do Brasil. Em 2020 ganharam o prêmio Funarte com a montagem do espetáculo TITÂNIA que será apresentado na Praça Melo Peixoto.

 

CONFIRA AS OUTRAS ATRAÇÕES DO CIRCUITO SESC DE ARTES NA PRAÇA MELO PEIXOTO

 

CINEMA – CINE CONCERTINHO: O FABULOSO UNIVERSO DOS MONSTROS NO CINEMA – Com a Fabulosa Banda Imaginária (MG). Apresentação de trilhas sonoras ao vivo para trechos de filmes de animação infantil. No palco, a banda executa releituras sonoras de “A Casa Monstro”, “Hotel Transilvânia” e “Monstros S.A”. Durante a performance, os músicos vão compartilhar detalhes da criação para o espetáculo, mostrando como a música é fundamental na composição narrativa dos filmes.

DANÇA – CORPOS DE PASSAGEM – Com Grua – Gentlemen De Rua, Taty Dell Campobello e Luisa Brunah (SP), a apresentação parte da premissa de que a dança e a performance são, por natureza, meios capazes de modificar as paisagens. O fazer artístico do grupo se estabelece por meio de um processo de trocas perceptivas entre os corpos (dançantes e passantes), instalando em seus contextos uma experiência estética diferente. Nestas apresentações, o Grua convida as artistas e performers Taty Dell Campobello e Luisa Brunah para exercitar com elas a diversidade dos diálogos artísticos e a composição cênica em tempo real.

 

LITERATURA – MEDIAR BRINCAR – Com Coletiva Lobas (SP), a atividade é um convite para o despertar do corpo, do olhar e do riso por meio da leitura, de cantigas e brincadeiras. Com um acervo diversificado de obras da literatura infantil, o livro será utilizado de formas diversas, tanto como peça de jogo, quanto na mediação, coletiva ou individual, de leitura.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.