terça, 23 de abril de 2024

“Ourópolis, Meu Humor”: O novo livro de Cícero de Pais

José Luiz Martins

 

Poeta, pintor, cartunista, autor teatral, chargista e escritor, Cícero de Pais lançou recentemente seu mais novo livro intitulado “Ourópolis, Meu Humor”. Com vários livros publicados transitando pela literatura infantil, romance, prosa e verso, desta vez Cícero mergulhou no humor verberando a sátira e o pensamento do filósofo popular Don Xikote.

Segundo Cícero de Pais, a obra, recheada de charges e ilustrações, é dedicada aos que não deixam a peteca cair, mesmo nos instantes mais adversos do jogo. O livro está disponível na versão digital (Ebook) em https://clubedeautores.com.br/livro/ouropolis-meu-humor

 

Ourópolis autor

Confira a apresentação que o próprio autor faz da não tão fictícia cidade de Ourópolis e seu mais popular filósofo Don Xikote.

Ourópolis é uma metrópole cercada de rios – Pardos, Turvos e Paranapanemas – por todos os lados.

Nesta ilha de rara configuração topográfica, convivem em perfeita harmonia, modernos edifícios de concreto aparente e vidros que refletem a beleza do crepúsculo ao lado de centenárias moradias e magníficos castelos habitados por condessas, barões, comendadores, duquezas, pitonisas e até um príncipe que virou sapo.

Templos luxuosos e igrejinhas periféricas com nomes exóticos, revelam a fé de um povo de ouro que, além das mensagens dos párocos e pastores midiáticos, acredita também na espada de São Jorge, vegetal milagroso que espanta dor de cabeça no corpo inteiro, asma, assombração e mau olhado.

Segundo uma famosa especialista em política local, a Câmara dos Lordes legisla sempre em favor dos sem teto, sem rango e sem desodorante e se o discurso de nossos heroicos representantes não é lá essas coisas, o cafezinho servido nos bastidores é digno dos maiores elogios! Isso prova a eficiência dos que trabalham em nossa Casa de Leis, cumprindo um papel histórico em defesa de nossa urbe de ouro e no bem estar de seus felizes habitantes, agora e além da Estação Final.

Dom Xikote, filósofo popular, dedica OURÓPOLIS, MEU HUMOR, aos que não deixam a peteca cair, mesmo nos instantes mais adversos do jogo. Porque, se a vida é a causa da morte, viver com esperança, amor e fé no futuro é um ato de resistência, remédio sempre eficaz quando a autoestima está em baixa e os boletos do início do mês, batem à porta sem nenhum constrangimento.

Parte da renda do livro será destinada a uma família de poucas posses, a do autor, é claro. O restante, Dom Xikote investirá nos happy hours, onde continuará pensando no bem da Humanidade, enquanto aprecia o seu vinho favorito, pois está comprovado cientificamente, que pensar de barriga vazia é um desastre.

Nós, apreciadores da literatura bem humorada, desejamos ao autor, sucesso imediato. Que assim seja! Assim será! Cícero de Pais.

*A edição e projeto gráfico de “Ourópolis Meu Humor”, é da Entreversos Editora com diagramação de Nelson Nunes Pereira Neto e revisão de Roseane Ormenese Fávaro.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.