sexta, 19 de julho de 2024

Projeto Tomando uns “goles de Ciência” realiza sua terceira edição em Ourinhos

Publicado em 13 jul 2022 - 16:46:10

           

O evento tem seu encerramento nesta quarta-feira, 13 de julho, no Bar 7Cordas

 

José Luiz Martins

 

Após sua estreia bem sucedida em 2019, o projeto “Ciência no Bar” voltou para sua 3ª edição. Com comprovado sucesso o evento teve início no dia 11 e termina hoje, 13 de julho, sempre no Bar 7Cordas, para satisfazer a sede de conhecimento e de uma cervejinha gelada.

O Ciência no Bar talvez seja um evento dos mais incomuns do planeta a partir de uma ideia simples: palestras, debates e conversas amplas com professores, pesquisadores e profissionais de várias áreas do conhecimento em discussões sobre uma gama temas científicos explicados em um ambiente fora dos domínios do ambiente acadêmico das universidades, ainda com a chance de tomar uns drink´s.

 

FONTE DE INSPIRAÇÃO – O acontecimento é inspirado no Pint of Science (Pinta de Ciência), nasceu na Inglaterra entre cientistas do Imperial College em 2013 e rapidamente virou sucesso se espalhando por muitas cidades pelo mundo incluindo Brasil.

Cidades como Curitiba, São Carlos, Botucatu foram as primeiras no Brasil a realizar o evento que em Ourinhos as duas primeiras edições do evento foram 2019, a primeira em janeiro e a segunda em Julho.

 

ORGANIZAÇÃO – Em Ourinhos o encontro é organizado pelo biólogo e educador Luan Pasqueta juntamente com Débora Ferreira, Glauber Uriel, Glaucia Zilioli, Estêvão Zilioli e Mayara Campos Alves, que formam o grupo de profissionais apoiadores.

Pasqueta disse a reportagem do Negocião que a primeira edição do “Ciência no Bar” foi um piloto, serviu também como um teste, pois o grupo não tinha experiência nesse tipo de evento.

 “O primeiro foi como um teste mesmo e acabou que deu muito certo não na proporção da segunda edição, mas conseguimos levar uma boa quantidade pessoas com três dias de muita conversa e exposição dos temas escolhidos”, pontuou Pasqueta.

 

SEGUNDA EDIÇÃO – Já na segunda edição do evento, conforme Luan, houve a soma do bom resultado do primeiro com uma estruturação mais bem planejada, maior número de palestras com tempo mais reduzido adequando a um formato de um bate papo em mesa de bar, mas com temas e teor científico.

Na 2ª edição houve também a adesão de patrocinadores que apoiam o evento ajudando a suprir as demandas, custos para realizar o evento como, divulgação, telão o necessário para adequar a estrutural do local.

“O apoio começou a vir de forma espontânea inclusive financeiramente, podemos contar com as empresas Delivery Much, Laboratório Santa Paula, Unopar e o próprio bar 7 Cordas. São os parceiros da segunda edição que fez com que o evento crescesse muito mais”, destacou Luan.

O biólogo acrescentou que na 2ª edição do Ciência no Bar, a quantidade de público ultrapassou a capacidade do local, que ao longo dos três dias ficou superlotado.

 

CONVIDADOS – Pasqueta contou que os profissionais convidados a palestrar são pessoas que possuem notória experiência e conhecimento, que trabalham diretamente com os assuntos a serem abordados.

Segundo ele a inspiração surgiu a partir do evento “Pint of Science” que acontece em circuito internacional de divulgação científica desde 2016.

“O Pint of Science é um evento internacional que acontece sempre no mês de maio, onde todos os bares envolvidos do mundo inteiro nas datas pré-determinadas pela organização discutem ciência. Esse evento ele já tem uma fama muito grande com uma logística de funcionamento padrão”, destacou.

Porém, revelou que em Ourinhos não há a possibilidade de acompanhar o calendário de realização mundial por conta de período letivo. Professores convidados e mesmo os estudantes que gostariam de assistir as palestras estão em período de aulas nas faculdades e outras escolas.

Foi preciso adaptar e escolher as datas no momento em que os estudantes e professores estivessem em férias. “O objetivo é promover a divulgação científicas pela ideia de que é preciso estar onde as pessoas estão mesmo que esse local seja um bar. Por que não levar conhecimento e promover acesso à ciência através desse tipo de ambiente para pessoas que normalmente não entrariam numa universidade, em uma sala de aula para ter contato com essas temáticas apresentadas, mas que frequentariam um bar e ali terem acesso à divulgação e educação científica em um ambiente que não seja ocasional, de forma simples, acessível interessante e descontraída”, finalizou Luan Pasqueta.

 

PreviousNext

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO EVENTO

 

Dia 11 das 19 as 23 Horas

1ª Palestra: Educação científica tratamento precoce contra desinformação – Estevão Zilioli

2ª Palestra: Mesa redonda: Adolescer na pandemia – Vitória Maria Vicente e Débora Ferreira

 

Dia 12 das 19 as 23 Horas

1ª Palestra: Professor: Socializar a ciência porque? – Professor Duzão

2ª Palestra: Saúde baseada em evidências – Fernanda de Campos Porcari

 

Dia 13 das 19 às 23 horas

1ª Palestra: Inclusão social qual o nosso papel?– Bárbara Sinibaldi

2ª Palestra: Mesa redonda – Ciência e Arte dois lados da mesma moeda – Célio Manfrim filho e Joaquim Vedovello

 

LOCAL:

Bar 7Cordas – Rua Arlindo Luz, 151 – Centro – Ourinhos. Fone (14) 3326-3018

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.