quinta, 18 de abril de 2024

Teatro, circo, música e contação de histórias movimentam Agenda Cultural em outubro

José Luiz Martins

 

O mês de outubro traz diversão para o público infantil no Teatro Municipal Miguel Cury, e porque não dizer para pessoas de todas as idades. O espetáculo “Histórias pra cantar, músicas pra brincar” tem entrada franca e acontece no próximo dia 11, terça-feira, às 15h00. A produção é da Cia A Hora da História coordenado pelas artistas Camila Cassis e Natália Grisi, criadoras da companhia, que trabalham juntas desde 1998.

Num misto de história e brincadeira, a Cia A Hora da História une diferentes linguagens artísticas e convida o público a cantar e a imaginar. Trava-línguas, parlendas, adivinhas, jogos de mão e poesias também completam a atividade.

Desde 2001, a Cia. A Hora da História trabalha com contação de histórias, espetáculos teatrais, intervenções artísticas e poético-musicais, oficinas arte-educativas e de formação de contadores de histórias.

Durante a trajetória da companhia, foram realizadas, para adultos e crianças, mais de 3.500 atividades que aconteceram em feiras de livros, livrarias, bibliotecas, teatros, unidades do Sesc, dezenas de escolas públicas e particulares, shoppings, clubes e eventos educativos e de incentivo à leitura em todo o país.

A atividade faz parte do calendário de atividades culturais dos ‘Amigos da Arte’, uma organização social que difunde, fomenta e descentraliza ações culturais no Estado de São Paulo.

Camila Cassis e Natália Grisi, criadoras da Cia A Hora da História

Historias-pra-cantar

 

ARTES CÊNICAS NO SESI – “SOB O MESMO TETO” – Já no dia 22 de outubro, sábado, nas dependências da unidade do SESI – Ourinhos é a vez da Companhia Gravitá apresentar o espetáculo teatral “Sob o mesmo teto”, que faz parte do projeto Viagem Teatral do SESI com entrada gratuita.

A montagem mistura circo e teatro na peça cujo tema é as relações humanas, relação com animais de estimação. Com uma hora de duração e classificação livre, conta a história de um professor cheio de manias que tem a sua rotina transformada após resgatar uma gata.

Ele a salva das ruas e ela o salva da solidão. Sem falas, a comunicação com o público se estabelece por meio de movimentos corporais, cômicos e acrobáticos. Dessa interação, os personagens se encontram e criam um laço de amizade que transforma a maneira como ambos enxergam a vida.

Segundo a diretora do grupo, Michelli Rebullo, o espetáculo conduz o espectador a uma redescoberta, que parece ter sido bem esquecida nos tempos atuais: o quanto as relações, tanto com animais quanto com pessoas, são capazes de transformar o ser humano para melhor. Sob o mesmo Teto, em especial, a transformação acontece a partir do encontro entre um homem metódico e um pet resgatado das ruas.

“Nossa relação no dia a dia nos faz enxergar os pets como pessoas. Eles têm vontades, manias e se comunicam conosco. E as acrobacias simbolizam justamente a harmonia dessas relações. Sou amante deles, sou a favor da adoção e prezo pelo respeito a todas as formas de vida e acredito que essas coisas permeiam nossas criações. Afinal, eles nos ensinam outra linguagem do amor”, conta a acrobata Débora Ishikawa, a intérprete da gata.

 

Reservas liberadas a partir do dia 18/10/2022, às 08h00 no site do SESI  https://www.sesisp.org.br/evento/b5335496-0347-49f9-b6a7-dea9db15b27b/sob-o-mesmo-teto

 

MINIBIOGRAFIA DA CIA GRAVITÁ – Nomeada em 2018, a Cia Gravitá é resultado do trabalho desenvolvido pelos artistas Débora Ishikawa e Alessandro Coelho desde 2009. Com números de mão a mão de alto nível técnico, participaram de diversos cabarés e festivais, dentre os de maior destaque, estão: Festival Paulista de Circo, Festival Internacional Sesc de Circos, Festival Internacional de Circo de São Paulo, Festival de Artes de Rua de Arouca, Festival de Circo do Brasil Mostra Sesc de Culturas Cariri, Festival de Circo Social de Toledo, Festival Internacional de Circo do Ceará, Festival de Circo do Brasil. A companhia foi premiada em primeiro lugar na mostra competitiva do Festival Internacional de Circo de 2019.

 Sob o mesmo teto – Cia Gravitá

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.