fbpx

sexta, 24 de junho de 2022

Curso de Enfermagem da UNIFIO promove palestra sobre o Março Lilás

A Campanha é um alerta para a prevenção do câncer de colo de útero, o terceiro mais frequente entre a população feminina no País

 

Rose Pimentel Mader

 

O Curso de Enfermagem do Centro Universitário de Ourinhos – UNIFIO realizou palestra, no dia 15 de março, sobre o Março Lilás. O evento contou com a participação da Associação Amigos dos Surdos Ourinhos e Região (ASO).

A palestra, organizada pelos alunos do 9º termo juntamente com a professora Me. Laurielle Andrade, foi muito produtiva, oferecendo muitas orientações e contou com intérpretes de libras para o público.

 

Palestra foi organizada pelos alunos do 9º termo

 

Segundo o coordenador do Curso de Enfermagem, Prof. Me. Juliano Rodrigues Coimbra, a palestra teve como objetivo conscientizar a população sobre o tema e ajudar no enfrentamento do câncer de colo do útero.

“O Ministério da Saúde alerta para o Março Lilás, campanha de prevenção e controle da doença. A ideia é estimular as mulheres a conhecerem as principais formas de cuidado e prevenção. É importante que estejam atentas para sinais e sintomas desse tipo de câncer, que é o terceiro mais frequente entre a população feminina (atrás do câncer de mama e de colorretal), e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil”, explicou o professor Juliano Coimbra.

 

Palestra ofereceu muitas informações sobre o Março Lilás

 

A campanha é realizada no mês em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, simbolizando a luta por igualdade de direitos. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), instituto federal vinculado ao Ministério da Saúde para promoção de políticas públicas, ações e controle do câncer no país, o Brasil deve registrar 16.710 novos casos de câncer de colo do útero no triênio 2020/2022, informou o coordenador do Curso.

“Nesse sentido, o Sistema Único de Saúde (SUS) está presente integralmente em todos os momentos da vida da mulher e tem papel fundamental, desde a prevenção até o tratamento das brasileiras que forem diagnosticadas com esse tipo de câncer. Procedimentos como cirurgia, quimioterapia e radioterapia são oferecidos gratuitamente pela rede pública de saúde”, afirmou Coimbra.

 

Evento foi dirigido aos alunos do Curso de Enfermagem e demais interessados sobre o tema

 

O tipo de tratamento dependerá do estadiamento (estágio de evolução) da doença, tamanho do tumor e fatores pessoais, como idade da paciente e desejo de ter filhos. Se confirmada a presença de lesão precursora, ela poderá ser tratada a nível ambulatorial, por meio de uma eletrocirurgia.

Outro tema abordado na palestra foi o câncer de mama, doença causada pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos.  Há vários tipos de câncer de mama. Alguns têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem lentamente. A maioria dos casos, quando tratados adequadamente e em tempo oportuno, apresentam bom prognóstico, explicou Juliano Coimbra.

 

 

 

 

 

 

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.