segunda, 15 de abril de 2024

Triunfo Transbrasiliana dá início ao projeto Troco Solidário na praça de pedágio de Lins

O dinheiro será revertido integralmente à Apae de Lins para aquisição de três computadores completos e uma impressora multifuncional

 

Da redação

 

A Triunfo Transbrasiliana, Concessionária que administra o trecho paulista da BR-153, em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae de Lins, interior de São Paulo, iniciou na quarta-feira, dia 1º de fevereiro, o projeto Troco Solidário. A iniciativa busca arrecadar fundos por meio da doação de troco ou qualquer quantia pelos motoristas que passarem pela praça de pedágio de Lins (km 183+800) na BR-153/SP.

 

 

Urnas com a identificação do projeto foram instaladas nas cabines de pedágio para arrecadação de doações espontâneas, feitas por usuários. O dinheiro será revertido integralmente à Apae de Lins para aquisição de três computadores completos e uma impressora multifuncional que serão utilizados por crianças e adolescentes com deficiência intelectual, física, múltiplas ou transtorno do espectro autista atendidas pela instituição. A expectativa é que a campanha avance em mais projetos, conforme as necessidades da instituição.

 

A expectativa é que a campanha avance em mais projetos, conforme as necessidades da instituição

 

Para o Diretor Presidente da Triunfo Transbrasiliana, Marcos Pereira, a responsabilidade social faz parte da estratégia de negócios da Companhia. “A Concessionária desenvolve rotineiramente projetos, programas e diversas iniciativas ligadas à agenda de sustentabilidade nos campos social, ambiental e econômico. Com a campanha Troco Solidário será possível promover melhorias estruturais e funcionais na Instituição, contribuindo para a promoção da aprendizagem diferenciada e acessível de centenas de alunos”, afirmou.

 

Gerente de Comunicação e Sustentabilidade, Pricilla Ratto, presidente da APAE de Lins, Hélio Ruiz e Gerente de Operações, Vlademir Barradel

 

Signatária da Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas – ONU, a Concessionária busca alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O Troco Solidário vai ao encontro do ODS 10 – Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles, por meio da meta 10.2 – Até 2030, empoderar e promover a inclusão social, econômica e política de todos, independentemente da idade, gênero, deficiência, raça, etnia, origem, religião, condição econômica ou outra.

 

Sobre o Troco Solidário

O Troco Solidário teve início na Triunfo Concebra, Concessionária que administra 1.176,5 quilômetros da BR-060 (DF/GO), BR-153 (GO/MG) e BR-262 (MG). Em Goiás, o projeto iniciou há seis anos em parceria com a Apae Anápolis, em Goiás, e já concluiu quatro projetos, com uma arrecadação de mais de 125 mil reais. Atualmente está em andamento o 5º projeto, que busca montar uma sala de musculação adaptada para pessoas com deficiência física.

Também foi dado início a um novo projeto junto à Apae Pará de Minas, em Minas Gerais. Com as doações dos usuários feitas nas praças de pedágio de Florestal, Luz e Campos Altos, serão adquiridos equipamentos e utensílios domésticos necessários para melhoria na autonomia e independência de pessoas com deficiência atendidas pela instituição por meio do projeto “Aprendizagem da vida diária e autonomia para pessoas com deficiência”.

O projeto vai contemplar 255 pessoas e familiares atendidos pelas áreas de Assistência Social e Educação da Apae.

 

Sobre a Apae de Lins

A Apae de Lins, fundada em 1969, assiste 196 pessoas, até os 70 anos de idade, dos municípios de Lins, Getulina, Guaiçara, Cafelândia, Pongaí e Guarantã. A instituição oferece Educação Especial para alunos do ensino fundamental (entre 6 e 14 anos incompletos), atendimento sócio educacional para jovens e adultos (entre 15 e 30 anos) proporcionando meios adequados para o desenvolvimento da capacidade aprendizagem, um Centro Dia de Referência que atende usuários acima de 30 anos por meio da Proteção Social Especial, que busca proporcionar melhoria da qualidade vida, autonomia e inclusão social dos usuários, além de atendimento pelo Sistema Único de Saúde – SUS por uma equipe multidisciplinar composta por psicólogos, assistentes sociais, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e um neurologista.

 

 

Além das atividades que visam o desenvolvimento integral dos assistidos, melhoria na qualidade de vida e direito ao exercício da cidadania, a Instituição oferece todas as refeições gratuitamente (café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar).

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.