quinta, 18 de abril de 2024

A História da família Christoni que habitou nossas terras antes da existência da cidade

Em 1909, seguindo a construção da linha férrea que apontava os vilarejos promissores do país, a família se estabeleceu nas terras que viriam a contemplar a cidade de Ourinhos, somente fundada quase dez anos depois

 

Da redação

 

Em sua oitava geração no Brasil, os Christoni já somam mais de quatro mil descendentes pertencentes a uma mesma raiz na árvore genealógica. A história da família foi compartilhada pelo senhor Célio Christoni, pertencente à sexta geração, na 3ª Edição do Livro Ourinhos 100 anos – Novas Histórias de Ouro, obra exclusiva do Jornal Negocião, lançado por ocasião do centenário da cidade.

Célio Christoni

 

RAÍZES – Carlos Christoni morou com a família em Montalvo, norte da Itália, até seus 39 anos, ainda no século XIX, quando embarcou no Navio Birmania com destino ao Brasil, com a esposa Senhorinha Santa, o pai Francesco Christoni, aos 69 anos, e os filhos Ângelo, Vitório e Giusto.

Naquele tempo, as viagens marítimas levavam meses para cruzar o oceano atlântico e eram suscetíveis a ataques de navios pirata que visavam saquear embarcações, tripulantes e passageiros. Fato interessante é que o Navio Birmânia sobreviveu a um desses atentados, possibilitando o feliz desembarque e início da família Christoni no Brasil.

 

CHEGADA – O navio atracou com sucesso em Santos, São Paulo, em 22 de outubro de 1887, e o primeiro destino da família Christoni foi Pirassununga.

Alguns anos depois, em 1909, seguindo a construção da linha férrea que apontava os vilarejos promissores do país, a família se estabeleceu nas terras que viriam a contemplar a cidade de Ourinhos, somente fundada quase dez anos depois.

Aqui, Carlos e sua família se dedicaram ao cultivo de lavoura, à fabricação de aguardente e, posteriormente, ao comércio.

Além dos três filhos que vieram da Itália, o pai de família deu origem aos primeiros Christoni nascidos no Brasil: Ernesto, Rosa e Barbina. A partir daí, a família cresceu e contribuiu com a colonização da cidade.

 

LEGADO – Conforme os anos se passaram, a família Christoni adquiriu propriedades onde nasceram bairros como a Vila Marcante, Itajubi, Barra Funda, Vila Perino, Vila São Luiz, loteamento Maria Christoni, Vila Christoni, Vila Nova Christoni e Vila Margarida.

Ângelo Christoni, filho de Carlos, pertencente à terceira geração, foi responsável pela criação das duas primeiras vilas de Ourinhos, que são a Vila Nova Christoni e a Vila Margarida, loteadas em área de sua propriedade, no ano de 1937.

A denominação desta segunda foi tributo à sua esposa que chamava-se Margarida.

Filho de Ângelo, Francisco, da quarta geração Christoni, foi vereador na primeira e segunda legislatura da Câmara Municipal de Ourinhos, nos períodos de 1948 a 1951 e 1952 a 1955.

A casa onde o Sr Juventino Christoni e a esposa Maria criaram os seus 12 filhos ainda existe no loteamento Maria Christoni

 

FAMÍLIA OURINHENSE – Hoje, vivem em Ourinhos, a quinta, sexta, sétima e oitava geração da família Christoni. Uma das ramificações em quinta geração, é formada pelos 12 filhos do religioso casal Juventino Christoni e Maria Pires Christoni, que, em uma época de bastante dificuldade com moléstias diversas, criou os filhos Edis, Hilton, Eunísio, Vitório, Juventino Filho, Carlos, Neusa, Neide, Nair, Solange, Edna e Sônia, que cresceram com saúde, vitalidade e votos de fé na comunhão com Deus.

A geração do Sr. Juventino foi pioneira na produção de hortaliças, e também se destacou no ramo de construção e comércio, com oficina mecânica, mercado, casa de carne e bar, como o conhecido Bar do Torresmo na Barra Funda.

O registro da história da família para o livro que celebrou o centenário da cidade foi possível pela união e colaboração da Sra Sônia, da quinta geração, e dos primos da sexta geração, Samuel, Jocimeire, Giuliane, Priscila, Mayara, Eliane, Célio e Valter.

Em pé os primos Jocimeire, Mayara, Eliane, Célio, Prisclila, Giuliane e Samuel. Sentados, os irmãos Juventino Filho, Eunísio, Vitório e em destaque, Sônia

 

O humorista Ary Christoni de Toledo Piza – Ary Toledo, é filho de Isolina Christoni, e pertencente à quinta geração da família Christoni no Brasil, e embora tenha nascido em Martinópolis em agosto de 1937, foi criado em Ourinhos.

Ary-Toledo

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.