terça, 21 de maio de 2024

AABiP é declarada de utilidade pública estadual

Da redação

Por iniciativa do deputado estadual Sebastião Santos (PRB), a Associação de Amigos da Biblioteca Pública – AABiP foi declarada entidade de utilidade pública estadual. A decisão já foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo e contou com o apoio do vereador Alexandre Dauage (Zóio).

Quem vem acompanhando a vida cultural da cidade nos últimos anos já deve ter percebido a importância do trabalho realizado pela Associação de Amigos da Biblioteca Pública. Através de ações próprias ou em parceria com o poder público, a AABiP foi responsável por alguns dos principais projetos culturais de incentivo à leitura e de preservação da memória que aconteceram em Ourinhos.

“Isso nos dá muita satisfação e confirma nosso compromisso com o desenvolvimento cultural da cidade”, afirma o professor Rogério Singolani, presidente da AABiP. “Agradecemos o deputado Sebastião Santos e o vereador Alexandre Dauage (Zóio), que sempre soube se posicionar corretamente, apoiando nossas ações, fazendo coro com aqueles que lutam por uma política cultural abrangente a agregadora”. 

O vereador Alexandre Dauage acompanha o trabalho da entidade e foi responsável pelo encaminhamento do processo de declaração de utilidade pública junto à Assembleia Legislativa de São Paulo. “Como vereador e como cidadão reconheço a seriedade e o comprometimento da AABiP, e destaco sua atuação a frente de projetos culturais importantes para Ourinhos”, destacou o vereador. “Aproveito para agradecer o deputado Sebastião Santos por reconhecer o importante trabalho desenvolvido pela AABiP”, lembrou Alexandre.

Criada em agosto de 2001, a Associação de Amigos da Biblioteca Pública realizou projetos como o “Ponto de Cultura Para Ler o Mundo”, que envolveu alunos da rede pública. Essa experiência foi selecionada pela United States Society for Education through Art (USSEA) para ser compartilhada durante a Conferência de Arte-Educação realizada em Nova Iorque em 2015. 

Na área de preservação da memória, a entidade realizou o projeto “Ourinhos: Memória em Movimento”, que digitalizou milhares de páginas de jornais que circularam em Ourinhos e na região desde o início do século passado. As duas experiências foram selecionadas por meio de editais lançados pelos governos estadual e federal.

Enquanto manteve convênio com a Prefeitura de Ourinhos, a AABiP realizou todas as edições do Festival Literário A(o)gosto das Letras, o Festival Curta Ourinhos, além da Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas. A entidade foi responsável também pela informatização do acervo da Biblioteca Municipal Tristão de Athayde, trabalho coordenado pela bibliotecária Elizabete Monetta de Carvalho, além de uma série de ações de incentivo à leitura. As experiências realizadas junto à Biblioteca Municipal foram relatadas em uma das edições do Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias, evento organizado pelo Governo do Estado de São Paulo. A entidade mantém também o site de cultura http://tertuliana.com.br/. 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.