quarta, 12 de junho de 2024

Ação eficaz da PM resulta na prisão de três bandidos de Londrina

Renata Tiburcio

A Polícia Militar de Ourinhos prendeu três bandidos de Londrina-PR, Cesar Augusto dos Santos Guirado de 31 anos, “Cesão”, Cleberson Ramalho Ferreti de 25 anos, “Gordo” e Evandro Guimarães Lima de 22 anos, que fizeram reféns clientes e funcionários da Lojas Cem no centro de Ourinhos. A ação ocorreu no fechamento da loja, às 18h de terça-feira (1/11). Ninguém ficou ferido.

De acordo com uma das vendedoras que foi feita refém, a ação da quadrilha foi muito rápida. “As portas da loja já estavam abaixadas e os funcionários iam saindo, quando os bandidos renderam um dos funcionários que saiam, entraram na loja e fecharam as portas. Neste momento eles gritaram, mandaram todos deitar no chão na parte de cima da loja e ordenaram que entregássemos nossos aparelhos celulares e que não olhássemos para eles. Um deles perguntou se tinha mais gente na loja. Eu menti, disse que não. Mas tinha outra funcionária que fica na sala de monitoramento. Ela vendo toda ação acionou a Polícia Militar que chegou rapidamente”, relatou a funcionária. A Polícia Militar em uma ação rápida e eficaz, deteve dois marginais saindo do interior da loja com mochilas nas costas. Os bandidos Cleberson e Cesar ainda tentaram enganar os policiais militares dizendo que eram clientes. Porém, o policiamento já ciente dos fatos os prenderam e encontraram no interior das mochilas 106 aparelhos celulares roubados na ação.

Os militares sabendo da real situação do interior da loja, inclusive que eram três bandidos, invadiram o local e entre os reféns estava o terceiro ladrão, Evandro, que deitado no chão se fazia passar por vítima. Apenas um dos bandidos estava armado com um revólver calibre 38 municiado, durante a ação não foi efetuado nenhum disparo de arma de fogo. O quarto participante, Lucas Machado da Rocha, que ficou do lado de fora dando cobertura fugiu em um veículo modelo CrossFox, placas de Cornélio Procópio-PR, que foi encontrado abandonado na Vila Margarida. Segundo a vendedora ela acredita que um dos bandidos usava um ponto no ouvido, pois a todo momento ele tocava o local e em determinado momento ficaram agitados, “acho que o quarto bandido que estava lá fora deve ter avisado sobre a chegada da Polícia, por isso deduzo também que ele conseguiu fugir”.

Todos têm passagens pela polícia, Cesar e Lucas já foram presos pela Polícia de Apucarana por Associação Criminosa Formação de Quadrilha, mas em seguida liberados. Na delegacia nossa reportagem conversou com os marginais que estavam muito bem vestidos e tranquilos. Eles confessaram o roubo afirmando que já tinham realizado outros crimes, mas que desta vez a casa tinha caído muito rápido, “alguma coisa deu errado”, disseram os marginais de Londrina. O trio foi autuado em flagrante pelo crime de roubo e o Boletim de Ocorrência foi acompanhado por um advogado de Londrina que chegou rapidamente para acompanhar seus clientes. Os três foram conduzidos para a Cadeia de São Pedro do Turvo.

Os 106 aparelhos celulares foram devolvidos para o gerente da loja que parabenizou a ação dos militares, pois segundo ele o prejuízo passaria de R$ 110 mil reais. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas não havia nenhum ferido.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.