terça, 16 de julho de 2024

Agronomia UNIFIO realiza aulas teóricas e práticas com uso de drones

Publicado em 16 nov 2021 - 17:12:38

           

Esta atividade de campo é um dos segmentos das disciplinas de Agricultura de Precisão, ministrada pelo professor doutor e engenheiro agrônomo Doutor Adilson Pimentel Júnior

 

Rose Pimentel Mader

 

A Faculdade de Agronomia Fernando Luiz Quagliato do Centro Universitário UNIFIO oferece aos seus alunos, além de um corpo docente altamente qualificado e experiente e total infraestrutura para o desenvolvimento do Curso, como a Fazenda Experimental, modernos recursos tecnológicos para a transmissão e prática dos conhecimentos.

 

Alunos e professores de Agronomia UNIFIO

 

Um bom exemplo é a utilização de drones ou veículos aéreos não tripulados (Vant’s) para a realização de aulas teóricas e práticas, na Fazenda Experimental UNIFIO. Esta atividade de campo é um dos segmentos das disciplinas de Agricultura de Precisão, ministrada pelo professor doutor e engenheiro agrônomo Doutor Adilson Pimentel Júnior, em conjunto com as disciplinas de Topografia e Georreferenciamento do professor mestre e engenheiro agrônomo Alexandre Médice e as disciplinas de Produção Vegetal dos professores doutores e engenheiros agrônomos Aline Gouveia e Marcelo Silva.

 

Em sala de aula se preparando para as atividades de campo

 

Todas as atividades de campo são acompanhadas de perto pelo coordenador do Curso professor Renato Maravalhas de Carvalho Barros.

A tecnologia de Inteligência Artificial na agricultura traz como vantagem uma gestão detalhada, maior eficiência, sustentabilidade e rentabilidade em relação a agricultura convencional. Impulsionada quando se verifica a escassez de mão-de-obra e a diversidade das condições climáticas e do solo do Brasil, combinam-se para criar desafios significativos para o setor.

 

Na Fazenda Experimental durante a aula prática

 

Uma formação de qualidade deve apresentar no processo de ensino-aprendizagem as novas tecnologias desenvolvidas para o campo, com as quais é possível produzir mais em uma mesma área, acarretando redução dos preços de produtos alimentícios básicos.

 

Drone sendo preparado para a captação de imagens aéreas

 

A geolocalização, sensoriamento remoto, análise por satélite, alguns tipos de sensores, monitoramento de solo, de colheita, de rendimento, de clima, de maturação, de pragas, entre outras tecnologias, atualmente já são possíveis de se obter com o uso de drones.

Sistemas óticos em câmeras instaladas nos drones possibilitam o monitoramento de temperatura, sensores infravermelhos e outros vários sensores podem ser usados para coletar dados, fornecendo informações detalhadas para caracterizar a variabilidade de uma parcela até a escala de uma única planta.

 

Uma formação de qualidade deve apresentar no processo de ensino-aprendizagem as novas tecnologias desenvolvidas para o campo

 

Antes de realizar um investimento deste tipo, o produtor tem que estudar, obter informações e analisar o custo-benefício junto a um engenheiro agrônomo de sua confiança, sendo que segundo especialistas, um drone de aplicação pode gerar uma economia de até 80% nos gastos com agroquímicos e com uso de antenas de GPS terrestres, fazer levantamentos topográficos para locação de terraços e estradas rurais.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.