quarta, 17 de abril de 2024

Alexandre Dauage afirma que está na disputa pela prefeitura da cidade em 2024

Apesar da penalidade imposta pelo TSE ao ser cassado por uma irregularidade do partido Zóio não ficou inelegível

 

Da redação

 

Ainda que de forma tímida, o cenário eleitoral ourinhense rumo às eleições 2024 começam a se desenhar. A novidade fica por conta de Alexandre Dauage – o Zóio, que assume a intenção de concorrer à prefeitura da cidade.

O nome já era cogitado nos bastidores da política desde as eleições de 2020 para uma possível candidatura a prefeito e após seu afastamento da Câmara Municipal, Zóio disse ao Negocião que “agora tudo é possível”.

“Apesar de todos os acontecimentos que me afastaram da Câmara Municipal, eu não fiquei inelegível, então aproveitei o momento para amadurecer a ideia e repensar também na política ourinhense. O que for melhor para a população e para nossa cidade estarei à disposição, levando em consideração, lógico, a decisão do nosso grupo político. Sempre gosto de ressaltar, que o projeto de uma campanha pra prefeito tem que ser decidido em conjunto e jamais uma pessoa pode ser maior que o projeto. Temos que pensar sempre de forma democrática e coletiva (…) acredito que estou preparado e maduro para esta missão”, disse Dauage.

 

“O que for melhor para a população e para nossa cidade estarei à disposição”, disse Alexandre

 

AFASTAMENTO DA CÂMARA – Zóio, que foi o segundo vereador mais votado em 2020, se reelegendo com 1.507 votos, teve seu mandato cassado por uma irregularidade do partido, fato este que não era de conhecimento e que penalizou também o então vereador Cícero Investigador e todos os outros candidatos eleitos para vereador pelo Republicanos nas eleições de 2020.

Apesar da penalidade imposta pelo TSE, Zóio não ficou inelegível. “Infelizmente, fui penalizado por uma situação que não tinha nenhum controle ou conhecimento, tanto é que a própria Justiça Eleitoral não me deixou inelegível, ou seja, estou apto a disputar as eleições de 2024”.

 

MOTIVAÇÃO – Questionado sobre as motivações que o levaram a entrar na corrida para a prefeitura e não novamente o poder legislativo, Alexandre disse que avaliou sua trajetória, o trabalho desenvolvido até agora e tantos projetos que beneficiariam a população como um todo e não saíram do papel, e concluiu que como prefeito, poderia fazer muito mais pelo município e pelas pessoas que aqui vivem.

“Em 2020 muitos me cobraram esta candidatura, eu já estou há 10 anos como vereador, advogado já há mais de 10 também, voluntário e defensor dos direitos da pessoa com deficiência, dos direitos dos animais, com vários projetos de lei para a causa e outros tantos que estão parados, tenho um relacionamento bom com deputados federais e estaduais, sempre acompanhei as gestões do município trazendo recursos para melhorias da cidade, para a Santa Casa, APAE, AADF, ASO, para a infraestrutura, para a cobertura da piscina do Montrinho, que hoje depende da prefeitura iniciar as obras, e muitas outras coisas entre projetos que não saíram do papel e inúmeros realizados, então eu acho que como representante do executivo eu poderei ajudar muito mais a população ourinhense”.

 

APOIO DO GRUPO POLÍTICO – “Tenho alguns convites de partidos para sair candidato. Mas hoje estou no Republicanos, partido do Governador Tarcísio e que possui um prestígio muito grande. Depois de tudo que aconteceu eu me coloquei à disposição para sair pré-candidato a prefeito de Ourinhos e conversando com nosso grupo político eu tive o apoio de todos inclusive de muitas pessoas e empresários não ligados à política. E o apoio só vem crescendo a cada dia que passa, inclusive de deputados. Quero continuar ajudando as pessoas, é isso que gosto de fazer”, relatou Alexandre questionado sobre uma possível mudança de partido.

A respeito de um nome para acompanhá-lo como vice nesta empreitada, Zóio contou que isto será definido pelo grupo de forma muito democrática. “Estamos com um grupo com vários possíveis nomes, pessoas de bem e muito bem preparadas. Mas temos um projeto muito grande e isso quem irá definir vai ser o grupo de forma democrática, através da participação de todo o grupo, com muito diálogo, ninguém pode ser maior que o projeto. Queremos que todos possam dar opiniões e sugestões. Política tem que ser assim, sempre pensando no bem da população”.

 

MISSÃO E PROPÓSITO“Acho que nada é por acaso, tudo tem um propósito e acontece no tempo certo. Acredito que estou preparado e tenho experiência para assumir essa nova missão e novo desafio na política. Sei que não vai ser uma jornada fácil, tenho consciência disso, continuarei trabalhando duro, mas quero continuar representando e trabalhando para trazer mais melhorias pra a cidade, em especial os mais necessitados”, finaliza Dauage, considerando sua trajetória e objetivos para o futuro.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.