sábado, 13 de abril de 2024

Após denúncias de maus-tratos, polícia fecha lar de idosos clandestino em Botucatu

Instituição de longa permanência ficava em uma chácara na Rodovia Marechal Rondon (SP-300); internos foram realocados.

 

Da redação

 

A Polícia Civil de Botucatu fechou permanentemente uma Instituição de Longa Permanência de Idosos (ILPIs), localizada em uma chácara na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), por maus-tratos contra os idosos. A operação da polícia ocorreu nesta terça-feira (28), após diversas denúncias anônimas.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Lourenço Talamonte, com apoio de uma equipe de profissionais da Vigilância Sanitária e do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), foi constatado que o local apresentava irregularidades, além de funcionar clandestinamente.

Conforme a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as ILPIs são instituições reconhecidas de assistência social, de caráter residencial, destinadas ao domicílio coletivo de pessoas com mais de 60 anos.

Diferentemente de asilos, os locais passam por uma fiscalização mais rigorosa de Vigilância Sanitária e Ministério Público.

Com as denúncias, foi necessário um mandado judicial de busca e apreensão, emitido pela Justiça na terça-feira, 28/3. Segundo a polícia, os responsáveis serão investigados pelo crime de maus-tratos e deverão comparecer aos tribunais quando notificados. Ninguém foi preso.

Ainda conforme o delegado, os idosos internos foram realocados pela equipe da Secretaria de Doenças Mentais de Botucatu.

(Fonte: g1)

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.