sábado, 22 de junho de 2024

Artigo Homenagem: Mais um ou menos um

Humberto Gouvêa Figueiredo

A Polícia Militar do Estado de São Paulo desde a tarde de ontem (28) está mais triste. Deixou-nos o mais recente dos nossos heróis: o Soldado PM Fernando Esnilherson Nascimento, que servia na zona sul da capital, no 27º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano

Faleceu na tarde de ontem, no Hospital das Clínicas, onde estava internado desde o dia 18/2, ocasião em que foi alvejado no ombro, por disparo de arma de fogo realizado por um criminoso durante uma abordagem no atendimento de uma ocorrência policial em que foram apreendidos um revólver, uma pistola e três veículos (roubados/furtados), além de diversos aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos, relógios, tênis, e roupas.

Daqui a algumas horas deverão circular pelas redes sociais vídeos de homenagens ao Soldado Nascimento: viaturas estarão estacionadas e irmãos de farda, em sinal de respeito, prestarão um minuto de continência como forma de exteriorizar o luto pela perda de mais um defensor da sociedade. 

Nascimento foi mais um que deu a sua vida ao defender quem, com certeza, não conhecia: protegeu as pessoas que poderiam ser mortas pelas armas apreendidas, restabeleceu o patrimônio das vítimas dos furtos e roubos ao recuperar os veículos e demais objetos. Seu nome não aparecerá com destaque nos jornais: no máximo terá direito a uma nota de rodapé, no canto mais escondido dos jornais… 

Também a voz de nenhuma das pessoas que ele, em vida, protegeu, será ouvido! O Soldado Nascimento será mais um anônimo policial militar que partirá deste plano cumprindo o juramento prestado ao se formar e do qual, no íntimo, todos nós, policiais militares, rogamos a Deus que nunca aconteça. 

Nosso herói deixa uma viúva grávida de três meses e uma filhinha de apenas 4 anos que, desde o dia da fatídica ocorrência, tem permanecido boa parte de seu tempo na frente de sua casa, a espera de seu Pai que insiste em não chegar….que jamais chegará!!! 

As homenagens da Polícia Militar, inclusive com a presença do Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel PM Ricardo Gambaroni, no féretro do Sd PM Nascimento, que ocorrerá no estado do Ceará, serão os mais significativos (e talvez únicos) atos de reconhecimento de mais dos heróis da Polícia Militar. 

Uma pena que Nascimento será herói apenas para os seus irmãos de farda, para os seus familiares e amigos e talvez algumas outras poucas pessoas… Para a grande maioria da sociedade, autoridades e para a imprensa ele é apenas MAIS UM… De fato, o Soldado Nascimento é MENOS UM: a sociedade tem agora um policial militar a menos para servi-la e protege-la!!! 

Descanse em paz, meu Irmão! 

*Coronel da Polícia Militar  Humberto Gouvêa Figueiredo, Comandante do CPI-9

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.