quarta, 17 de abril de 2024

Associações Comerciais de SP se unem para defender o empreendedorismo e a livre iniciativa

Em 20º Congresso da FACESP, autoridades se reuniram para falar de assuntos de interesse da classe

 

Da Assessoria

As associações Comerciais do Estado de São Paulo estão se unindo para defender o empreendedorismo e a livre iniciativa. Diversas autoridades do Estado estiveram presentes no 20º Congresso da FACESP (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo) para discutir temas relacionados à defesa da classe. Com a economia em recuperação após pandemia, é mais importante do que nunca apoiar as empresas locais e incentivar a criação de novos negócios.

Uma das principais iniciativas em persistência atualmente, discutida no congresso, é a manutenção do Programa Jovem Aprendiz. Atualmente, a lei exige que empresas com mais de 5 funcionários contratem um número mínimo de jovens aprendizes, que recebam formação teórica e prática enquanto trabalhadores. No entanto, pequenas e médias empresas (MPEs) com menos de 10 funcionários são dispensadas dessa obrigação.

Um projeto de lei em análise no Congresso Nacional propõe a extensão do programa para MPEs, permitindo que elas também possam contratar jovens aprendizes. “Essa medida seria uma grande vitória para o empreendedorismo e para os jovens que estão em busca do primeiro emprego”, destaca o presidente da Associação Comercial e Empresarial e Ourinhos, Robson Martuchi.

As associações Comerciais de São Paulo estão trabalhando em conjunto para pressionar o Congresso pela aprovação do projeto. Além disso, as Associações Comerciais também defendem outras medidas para apoiar o empreendedorismo e a iniciativa livre. Isso inclui a redução da carga tributária e a simplificação das obrigações fiscais para as empresas, bem como o fortalecimento do sistema de crédito para pequenos negócios.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.