quarta, 22 de maio de 2024

CART apoia Operação Corta Fogo

Assessoria de Comunicação

 A CART – Concessionária Auto Raposo Tavares é parceira na Operação Corta Fogo, uma campanha de conscientização dos motoristas lançada pela ARTESP – Agência Reguladora dos Transportes do Estado de São Paulo, Secretaria do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Estadual e Polícia Militar Rodoviária.  Com a chegada do inverno, estação que caracteriza um clima mais seco, o índice de queimadas próximas à rodovia fica mais acentuado nessa época do ano.  O período de estiagem, entre junho e outubro, representa entre 56% e 72% do total de queimadas registradas no ano.  Em 2014, o percentual para o período representou 62,9% do total de queimadas às margens das rodovias concessionadas: de 8.243 casos registrados, 5.058 ocorreram entre junho e outubro.  Em 2014, o Corredor CART registrou 252 ocorrências de incêndio, entre Presidente Epitácio e Bauru. Em 2015, de janeiro até 21 de junho, foram registradas 78 ocorrências de focos de incêndio.

Orientação e Prevenção

Durante toda a Operação Corta Fogo, até o final de outubro, dois caminhões-pipa da CART estarão estrategicamente alocados em trechos da rodovia com maior incidência de focos de incêndio. Também como parte da operação, nos PMVs – Painéis de Mensagens Variáveis utilizados ao longo do trecho da CART será exibida a mensagem “Incêndio na rodovia? Ligue 0800 773 00 90. Evite incêndios. Não jogue bitucas de cigarro na rodovia”. Além disso, a CART vai distribuir folhetos com orientações aos motoristas. O material alerta o usuário a evitar atirar cigarros e fósforos acesos às margens das rodovias, além de outras recomendações como não soltar balões, evitar acender fogueiras perto de matas e em dias de vento, entre outras orientações. O impresso educativo também será distribuído em ações e palestras realizadas nas comunidades na região, ressaltando o risco de atear fogo ao lixo e outros detritos próximo da rodovia.

Causas de incêndios

Uma das principais causas de queimadas nas rodovias no Estado é o lançamento de bitucas de cigarros pelas janelas dos veículos. A vegetação seca vira combustível para o início do fogo. Outros fatores geradores são a utilização de fogo para limpeza de terrenos, queima de lixo, fogueiras, queimadas para fins agrícolas não autorizadas e não controladas e também os balões. Nas faixas de domínio das rodovias, além das bitucas, grande número de focos é provocado pela população vizinha à estrada ou transeuntes, principalmente nas áreas mais próximas aos aglomerados urbanos.

Prejuízos

Além do prejuízo ao meio ambiente, nas rodovias as queimadas também podem comprometer a segurança do motorista, já que a fumaça reduz a visibilidade, o que pode ocasionar acidentes, principalmente colisões traseiras. No caso do motorista se deparar com alguma queimada na rodovia, além de avisar os órgãos competentes, ele pode tomar algumas precauções para prevenir acidentes: fechar o vidro do veículo; manter distância segura do veículo da frente; trafegar com farol baixo aceso; não ligar o pisca alerta com o veículo em movimento; e não parar na faixa de rolamento.

Serviço

Ao avistar fumaça ou foco de incêndio, avise a CART pelo 0800 773 00 90

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.