quarta, 12 de junho de 2024

Coluna Poucas & Boas 09/10

ESPELHO, ESPELHO MEU… – Se a política local é o reflexo do que acontece em Brasília, alguma coisa está errada por essas bandas. Enquanto a presidente Dilma corta ministérios e reduz seu salário e o dos ministros e secretários, em Ourinhos a prefeita Belkis continua fazendo cara de paisagem. Apesar da notificação do Ministério Público, a Prefeita não cortou cargos em comissão e continua gastando altas somas com órgãos de imprensa que aceitam ser corrompidos.

VAMOS TOMAR UMA PROVIDÊNCIA? – Matéria publicada na última edição do NovoNegocião denuncia que desde 2011 o Ministério Público tem alertado a Prefeitura a respeito do elevado número de cargos em comissão. Cidades com o dobro de habitantes de Ourinhos possuem até três vezes menos funcionários nomeados desta forma. Quatro anos depois, é hora de perguntar o que tem adiantado a intervenção do MP ourinhense. Chamem o Chapolim Colorado!

NADANDO NO DINHEIRO – O vereador Inácio J. B. Filho tem divulgado valores gastos pela Prefeitura que fariam corar quem administra em tempos de recessão econômica: A prefeita Belkis gasta cerca de R$ 15 milhões de reais por ano pagando cargos em comissão e R$ 200 mil mensais com sites, jornais e rádios para divulgação das matérias oficiais. 

HERANÇA MALDITA – Analisando a crise vivenciada pelo Legislativo, percebemos que os longos anos em que a Câmara Municipal de Ourinhos foi capacho da Prefeitura agora cobram o seu preço. A função dos vereadores é questionar, fiscalizar e se for o caso, denunciar o mau uso do dinheiro público. Mas a Prefeitura, acostumada a só ouvir discursos amenos feitos pelos vereadores, ainda não se acostumou com uma postura questionadora por parte de alguns vereadores.  

ATÉ QUANDO? – A baixaria tomou conta das sessões da Câmara e pelo visto não tem data para terminar. A última sessão foi encerrada rapidamente pelo presidente Roberto Tasca, pela impossibilidade de continuar os trabalhos com a gritaria provocada pela plateia. Dizem que os vereadores estão “cozinhando o galo”, ganhando tempo para que a votação do pedido de redução dos salários não possa mais acontecer. 

DESCULPA AÍ PERIFERIA! – A prefeita Belkis mandou asfaltar ruas no Jardim Paulista e outros bairros de moradores da classe mais privilegiada economicamente. Enquanto isso, continuam esburacadas e sujas as ruas da vila Brasil, Jardim Europa, Jardim Itamaraty, Jardim Itajubi e outros bairros da periferia. Esta semana a situação calamitosa da Rua Hermínio Joaquim dos Remédios, principal via de acesso aos bairros Jd Anchieta, CDHU e Recanto dos Pássaros chamou atenção, postagens bombaram na internet pelo total descaso. Sorry periferia!

ACENDE A LUZ! – Os problemas com a precariedade da iluminação pública na cidade conseguem piorar. Os pedidos dos munícipes para troca de lâmpadas demoram semanas ou meses para serem atendidos, e até em ruas do centro da cidade é possível perceber lâmpadas queimadas. Quem mais sofre são os estudantes que voltam para casa no período noturno, e estão sujeitos à violência estimulada pela escuridão. 

TODO MUNDO CEGO – Uma cidade que se preocupa com a educação e segurança de seus jovens não pode fechar os olhos para a situação preocupante nas imediações da praça do Caló. O local concentra três escolas: O Centro Cultural, a Escola Virgínia Ramalho e a Escola Caló, reunindo milhares de crianças e jovens. Acontece que aquele lugar é ponto de prostituição e tráfico de drogas até durante o dia. 

DURMA COM UM BARULHO DESSES – A notícia do cancelamento do rodeio alegrou os defensores dos direitos dos animais e moradores de bairros próximos à Fapi, que preparam nova reivindicação para garantir o direito ao sossego. Os shows que acontecem no Recinto vão até altas horas da madrugada, e o som alto impede o descanso dos moradores.

VAMOS TRABALHAR? – O uso do Recinto de Exposições Olavo Ferreira de Sá não está regulamentado, e até hoje nem a Prefeitura nem a Câmara apresentaram projeto para normatizar os eventos que acontecem ali. Será que é por que a falta de leis que disciplinem o uso do lugar é interessante para os poderes executivo e legislativo, que desta forma usam o espaço como barganha política?

VITÓRIA – Enquanto os políticos se fingem de mortos com relação ao uso do recinto da Fapi, a população se organizou e conseguiu uma importante vitória: Um abaixo assinado foi encaminhado ao Ministério Público pedindo a proibição da realização de eventos automotivos. Durante esta semana, o MP se manifestou favorável ao pedido dos moradores, e portanto, esse tipo de evento não poderá mais acontecer naquele espaço.  

ESTATUTO DO MAGISTÉRIO E O CABIDEIRO I – Projeto de Lei encaminhado pela Prefeita que prevê eleição interna nas escolas para coordenador e diretor de escola com mandato de 3 anos foi modificado pela Câmara, com Emenda que define o mandato para 1 ano. Belkis vetou a emenda alegando que prejudica a Educação na Rede Municipal. A polêmica se instalou na Câmara com a Secretária de Educação comandando um séquito de seguidores a protestar na última sessão do legislativo contra a mudança. Os vereadores adiaram a votação.

ESTATUTO DO MAGISTÉRIO E O CABIDEIRO II – O fato é que a secretaria de Educação é a que mais tem cargos comissionados de livre nomeação, embora a escolha seja por eleição na própria escola a palavra final para ocupar os cargos de diretor, vice e coordenador é da prefeita. Melhor seria que fosse por concurso. A polêmica indica que tanto Câmara e prefeitura não querem mesmo é perder o poder de indicar, afinal são muuuiiitos cargos.

IMPRENSA CABRESTADA DÁ TIRO NO PÉ – Os gastos abusivos e mau uso do dinheiro público da Prefeitura com parte da imprensa e meios de comunicação da cidade será alvo de uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito. Além de meter os pés pelas mãos em gordos contratos com o executivo, o grupo de “mídia” atrelada a prefeita faz campanha para denegrir a imagem do legislativo. Embora alguns vereadores se escondam do assunto, as assinaturas necessárias estão garantidas e a CPI está prestes a ser instaurada nas próximas semanas.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.