terça, 18 de junho de 2024

Coluna Poucas & Boas 13/11

ATRÁS DO PREJUÍZO – Quase que secretamente, a prefeita Belkis Fernandes reuniu-se semana passada com mais de 300 funcionários públicos que ocupam cargos em comissão na sede AECO. No encontro a prefeita cobrou fidelidade e pressionou os funcionários para compartilhar as postagens da Prefeitura em seus perfis pessoais no Facebook. Mas com a falta de criatividade da Coordenadoria de Comunicação, o que se vê são mensagens divulgando serviços de capina e poda de mato. 

ESPERANDO O PIOR – O atual secretário de Desenvolvimento Econômico e ex-presidente da Câmara, José Claudinei Messias, anda perdendo o sono. Acusado de fazer saques “na boca do caixa” dos cofres da Câmara enquanto ocupava o cargo, foi absolvido pela Justiça de Ourinhos, mas não deve escapar do julgamento no Tribunal de Justiça. A pena é de três anos de prisão, e a acusação é de desvio de aproximadamente R$ 7 milhões.

PAGANDO O PREÇO – A prefeita Belkis “segurou as pontas” e aguentou o desgaste de sua imagem mantendo José Claudinei Messias no cargo de Secretário, mesmo com todas as acusações que caem sobre ele. À frente de uma secretaria inoperante, que só atua participando de projetos em parceria com outras pastas, a atuação de Messias é um zero à esquerda. 

VEXAME – Uma viatura da Polícia Militar foi chamada para atender uma ocorrência no meio da semana. No caminho o veículo caiu em um desses buracos das ruas ourinhenses e quebrou a roda, impedindo o atendimento. Os buracos no asfalto são o tormento dos moradores, que fazem malabarismos na direção para tentar desviar, muitas vezes se arriscando e invadindo a pista contrária.

BAIXA – O anúncio de que o Partido Verde (PV) vai apoiar a candidatura do vereador Lucas Pocay a prefeito evidencia o tamanho do rombo no grupo do ex-prefeito Toshio. O partido é presidido por Luís Augusto Perino, que foi Secretário de Desenvolvimento Econômico durante mandato de Toshio. Muito ligado ao ex-prefeito, Perino fez viagens internacionais acompanhando o chefe. Mas agora abandona o antigo barco, como devem fazer também outros companheiros de grupo. 

BROXOU – O anúncio de que durante o encontro peessedebista do dia 6 o ex-prefeito Toshio seria anunciado como candidato do partido broxou. A divulgação teve objetivo de unir o grupo político, desmantelado durante a gestão Belkis. Toshio desconversa quando o assunto é sua possível candidatura, afirmando que prefere apoiar um novo nome. O problema é que não existe consenso no partido quanto ao nome do candidato. Só uma coisa é certa: o escolhido irá enfrentar muitas críticas pelo fato do PSDB ter indicado e apoiado a candidatura Belkis, cujo mandato recebe pesadas críticas da população.

PUXANDO SACO – Na última sessão da Câmara o vereador Vadinho fez elogiosos comentários a respeito do sucesso de projetos culturais realizados pelo Centro Cultural Irmãos Quagliato, na Usina São Luiz. O que o vereador não contou é que muitos funcionários de confiança da Prefeitura são cedidos para trabalhar na Usina, enquanto a atuação do Centro Cultural Tom Jobim fica cada dia mais decadente. Ao invés de incentivar um polo cultural da cidade, lutando pelo aumento de vagas, Vadinho elogia a Usina São Luiz, empresa onde trabalha.

NOSSOS DESASTRES AMBIENTAIS – A gestão da prefeita Belkis continua fazendo de conta que está tudo bem, mas continuamos convivendo com sérios problemas de saturamento no aterro sanitário. Além disso, os lagos e córregos na área urbana estão assoreados, falta arborização na cidade e implantação de política pública de drenagem correta da água de chuva e tratamento de esgoto. Indo para o último ano de seu mandato, a prefeita não sinaliza com o início de nenhum projeto para recuperação do meio ambiente na cidade.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.