segunda, 15 de abril de 2024

Com 644 contratados prefeitura já dispensou quase R$ 76 milhões com salários desde 2021

Demonstrativo é divulgado mensalmente pelo Observatório Social de Ourinhos

 

Marcília Estefani

 

O Observatório Social do Brasil Ourinhos, desde o início de 2021 tem mensalmente divulgado os gastos com o pagamento de servidores em cargos de comissão ou em função de confiança lotados na Prefeitura de Ourinhos.

Os contratados estão distribuídos entre as Secretarias de Esportes, de Educação, SAE, Câmara Municipal, IPMO, e cargos políticos. O valor gasto desde o início da apuração se aproxima de R$ 76 milhões, conforme disposto no gráfico emitido pelo Observatório.

O levantamento é realizado através do monitoramento do Diário Oficial do Município.

 

EXONERAÇÕES – O Diário Oficial do dia 19 de outubro divulgou a exoneração de 20 servidores em função de confiança (FC) e 3 em cargos comissionados (CC), lotados entre as Secretarias de Assistência Social, Secretaria da Cultura, de Desenvolvimento Urbano, Educação, Secretaria de Governo, do Meio Ambiente, de Infraestrura, de Administração, de Esportes e IPMO, conforme já publicado pelo Negocião.

Há indícios de que a atitude do prefeito esteja relacionada com um possível rompimento entre ele e o Presidente da Câmara Municipal, Santiago de Lucas Ângelo (União Brasil), e que alguns dos exonerados sejam indicações do presidente.

 

O QUE DIZ O PREFEITO – Questionado sobre o assunto, Lucas Pocay afirmou que a gestão não cede a pressões ou interesses pessoais.

 

ECONOMIA – Se não houver novos nomeados, a iniciativa pode trazer uma economia à administração, pois os FCs, que são servidores efetivos (admitidos através de concurso público) têm em média um acréscimo aos seus salários que variam entre R$ 700, R$ 1.000, R$ 1.500,00 e R$ 3.000,00 e os CCs (não concursados) dependendo de sua classificação têm salários de R$ 4.200,00, R$ 5.000,00, R$ 7.812,00.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.