sexta, 19 de abril de 2024

Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e PM falam sobre incêndio em Piraju

Órgãos esclarecem a população sobre orientações e providências que estão sendo tomadas, e ressaltam que munícipes mantenham distância do local

 

Marcília Estefani

 

No início da tarde desta quinta-feira, 25/1, o Diretor Administrativo da prefeitura de Pirajú, Paulo Sara, se reuniu com Adriano Frigo Junior, Presidente do COMDEC – Comissão Municipal da Defesa Civil do Município de Piraju, o Sargento Edson Naval do Corpo de Bombeiros e o Tenente Felipe Andrade Encarnação, comandante da 2ª Cia da PM, em live transmitida pela página do facebook da prefeitura para esclarecer a população sobre os fatos ocorridos na noite da quarta-feira, 25/1, durante o incêndio de grandes proporções na Cimoagro, bem como orientar a todos e comunicar sobre as providências que estão sendo tomadas.

 

 

Felizmente, apesar de todo transtorno e danos materiais, não houve vítimas, apenas foi feito evacuamento das residências próximas devido ao risco de inalação de fumaça tóxica.

O Sargento Edson Naval, do Corpo de Bombeiros, que esteve à frente do trabalho de ontem, esclareceu que como a ocorrência envolve produtos químicos, agropecuários diversos, o fogo se alastrou rapidamente, sendo necessário solicitar apoio das corporações de Itaí, Avaré, Sorocaba, Itapetininga, sendo que 26 bombeiros estiveram no combate direto, além de dois oficiais.

Naval afirmou que o trabalho foi bastante árduo devido ao grande volume de produtos químicos e a fusão deles, que resultou em muitas chamas, calor intenso e muita fumaça, que traz certo risco, motivo pelo qual as residências das imediações foram evacuadas, mantendo o local isolado.

 

 

“Ainda resta fumaça no local devido ao fogo em profundidade, é uma fumaça tóxica, por isso é necessário equipamento de EPI e EPR para adentrar ao local. Está sendo providenciado com empresa especializada um maquinário específico para que se possa remexer todo o produto e nós, utilizando um líquido gerador de espuma, potencializador da água, que penetra mais facilmente, possamos cessar totalmente a fumaça e o fogo que ainda existe em profundidade”, explicou o Sargento.

 

A equipe do Corpo de Bombeiros de Piraju será mantida no local, em revezamento, para não colocar em risco a propagação e aumento deste fogo. Por isso, ocorrências devem ser solicitadas junto ao 192, que está disponibilizando mais ambulâncias para que não seja retirado o efetivo, que já é reduzido, do local do incêndio.

 

PREOCUPAÇÃO COM CONTAMINAÇÃO DA ÁGUA – “A maior preocupação era que o líquido que estava saindo, contaminado, fosse despejado na nascente do Ribeirão Boa Vista que fica nas proximidades. Por isso foi executado uma contenção pela própria empresa, onde conseguiram fazer a sucção correta colocando em tanque próprio para ser dada destinação de acordo com a Cetesb (…) foi possível conter sem maiores prejuízos, no momento a preocupação maior é da contaminação pela fumaça”, disse Adriano Frigo.

Ainda segundo Frigo a recomendação é que onde estiver a pluma (fumaça) mais forte se possível evacuar o local e buscar por um ambiente mais arejado.

“Se tiver pessoas com problemas respiratórios devem evacuar o local e não ficar nas proximidades, se não for possível evacuar, se sentir algum desconforto, utilizar uma toalha úmida no rosto, fazendo um filtro para melhorar a respiração”, orienta.

 

MOTIVOS AINDA NÃO PODEM SER APONTADOS – O Tenente Felipe da Polícia Militar, por sua vez, informou que ainda não é possível afirmar o que originou esse fogo. “Somente após a operação do Corpo de Bombeiros é que a perícia poderá iniciar o trabalho. O principal é que a população respeite a área de isolamento e não se aproxime do local, pois não sabemos o que a mistura do agrotóxico em fumaça pode causar”.

A PM esteve durante toda a madrugada realizando o isolamento de toda área, serviço que agora foi assumido pela prefeitura. Um técnico da Cetesb também acompanha todo o procedimento.

 

COMUNICADO DE UTILIDADE PÚBLICA – Em razão do acontecido, a unidade de estratégia saúde da família da Cantizani não está funcionando nesta quinta-feira, 26/1, devido à proximidade do local do incêndio e da qualidade do ar. É possível que na sexta-feira o trabalho seja retomado.

 

 

 

ENTENDA O CASO – Um incêndio de grandes proporções destruiu as dependências da Cimoagro – distribuidora de insumos e serviços agrícolas, localizada na cidade de Piraju, na Avenida Humberto Martignone, altura da Vila Campos.

O incêndio, que teve início por volta das 20h00 da quarta-feira, 25, foi combatido pelo Corpo de Bombeiros, Brigada de Incêndio e Defesa Civil através de árduo trabalho em conjunto. Por volta das 23h00 as chamas foram parcialmente controladas. Devido ao horário não havia ninguém no local na hora do incêndio, portanto, não houve vítimas.

Ainda não há informações se o fogo teria danificado a estrutura do prédio, mas tudo que estava dentro se perdeu. A Polícia Civil vai apurar as causas do incêndio que até o momento são desconhecidas.

 


Além das chamas os bombeiros tiveram de se preocupar com os produtos químicos que estavam na empresa e que escorriam devido a água usada no combate ao incêndio.

A rua foi completamente interditada para o seguro trabalho das equipes que contatam com apoio de estações de bombeiros de outras cidades da região.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.