quinta, 13 de junho de 2024

Donos de hotéis em Ourinhos são vítimas de estelionatário

Representantes de hotéis da cidade de Ourinhos foram vítimas de golpe aplicado por advogado acusado de estelionato. O primeiro caso ocorreu em 2015 e neste ano o fato se repetiu, porém em outro estabelecimento, mas o homem foi reconhecido e detido.

O caso teve início no feriado de Corpus Christi do ano passado, quando o advogado procurou o Grande Hotel alegando que havia sofrido um acidente e que seus documentos, cartão e até mesmo suas roupas haviam ficado dentro do carro, e assim que a polícia liberasse seus pertences ele pagaria suas diárias. A recepcionista penalizada fugiu das normas do hotel, que pedem o pagamento adiantando, permitindo sua entrada.

No quarto dia ele foi cobrado pela gerência do hotel e alegou que seu cartão havia sido bloqueado, que iria ao banco efetuar o desbloqueio e não mais voltou deixando um prejuízo de aproximadamente R$ 400 reais.

Após um ano o mesmo advogado foi flagrado em Ourinhos pelo gerente do Grande Hotel saindo de um outro estabelecimento, o Ouro Hotel. Sendo abordado e questionado sobre sua dívida o acusado afirmou que não tinha dinheiro para pagar e que poderia entrar em contato com seu irmão.

Diante disso o gerente do Grande Hotel e a gerente do Ouro Hotel decidiram ir até a delegacia para denunciar o fato. Embora a empresa lesada no ano passado não pudesse mais registrar o prejuízo por ter prescrito o tempo, a gerente do Ouro Hotel pode, pois lá o advogado deu nome falso, sendo então elaborado o registro de Estelionato e Falsificação Ideológica.

Foi descoberto também através de contato com os demais representantes dos hotéis da cidade, que o acusado já havia se hospedado em outros estabelecimentos e aplicado o mesmo golpe, mas as vítimas não registraram o fato. Na delegacia o advogado não quis dar depoimento, afirmando que só falaria em juízo.

Nossa reportagem obteve informações de que ele também age nos hotéis das regiões e que nos últimos dias deu um prejuízo de aproximadamente R$ 200 reais para um taxista em Ourinhos, com a mesma conversa, cartão bloqueado.

 

Portanto, fiquem atentos, pois segundo informações ele continua tentando se hospedar nos hotéis da cidade e região.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.