segunda, 17 de junho de 2024

Edinho Silva assume o setor de Comunicação Social do governo federal

Da redação

Na terça-feira, dia 31, o ex-deputado estadual Edinho Silva, assumiu o cargo de Ministro da Secretaria de Comunicação Social do governo Dilma, em cerimônia no Palácio do Planalto. O ex-vereador Antônio Amaral Junior, o Toninho do PT, foi assessor do mesmo de fevereiro de 2013 até 15 de março, quando finalizou o mandato de deputado, sendo que Edinho não disputou nenhum cargo nas últimas eleições, por ter sido o tesoureiro de campanha da presidenta Dilma.

Perguntado sobre a expectativa de trabalho do novo ministro, neste momento de turbulência em que o país está passando, Toninho disse “Estou muito confiante que o Edinho irá desenvolver uma comunicação de muita qualidade para este governo, que na minha opinião tem tido deficiência neste item, e isto é fundamental na atual fase em que estamos vivendo, em que continua, ainda, muita disputa política pelo poder. Ele tem muita experiência política, foi prefeito por duas vezes de Araraquara, deputado estadual, e coordenador de campanha da Dilma. E além disso, irá ocupar um lugar no conselho político da Dilma, se tornando uma pessoa muito influente, o que é muito interessante para nós, pra poder ajudar, também, Ourinhos e região”. 

Em entrevista em Brasília, o novo ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, disse, após tomar posse que o governo está num momento de “turbulência e ajustes” e que é preciso estabelecer um “diálogo franco” com a sociedade para explicar o que está acontecendo.

Edinho afirmou ainda que o governo precisa valorizar a comunicação do cotidiano. “A presidenta já conduziu o governo em outros momentos difíceis”, disse o novo ministro ao ser questionado sobre as dificuldades políticas enfrentadas pela presidente Dilma Rousseff no Congresso. “É um governo que tem uma folha de serviços prestados à sociedade e tem todas as condições de dialogar com a sociedade e mostrar que esse momento que estamos vivendo, é inegável, que é um momento de turbulência e um momento de ajustes”, disse. “O que nós precisamos nesse momento é efetivamente estabelecer um diálogo franco com a sociedade”, argumentou Edinho.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.