quinta, 22 de fevereiro de 2024

Enfermagem UNIFIO realiza ações em Salto Grande

O objetivo foi a prevenção, promoção e reabilitação em saúde, que é o foco do SUS (Sistema Único de Saúde)

 

Rose Pimentel Mader

 

Este ano, em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, o Curso de Enfermagem do Centro Universitário UNIFIO, realizou ações na cidade de Salto Grande.

O coordenador do Curso, professor Juliano Rodrigues Coimbra, professores e alunos atenderam a comunidade com a aferição de pressão arterial, glicemia capilar e orientações em geral.

 

Ação envolveu professores e alunos

 

O objetivo das ações, afirmou professor Juliano, foi a prevenção, promoção e reabilitação em saúde, que é o foco do SUS (Sistema Único de Saúde).

“O Dia Mundial da Saúde é comemorado anualmente no dia 7 de abril. Essa data, criada pela Organização Mundial da Saúde, é um momento para que questões sérias relacionadas à saúde sejam trabalhadas, garantindo a conscientização sobre esse tema e estimulando a criação de políticas voltadas ao bem-estar da população. Além disso, as ações realizadas na data são importantes para que a população aprenda a cuidar-se e informar-se sobre seus direitos quando o assunto é promoção da saúde”, ressaltou o coordenador do Curso.

 

Aferição da glicemia capilar

 

“Muitas pessoas consideram-se saudáveis quando estão sem nenhuma doença, porém a falta de enfermidades não significa presença de saúde. Dizer que uma pessoa está saudável requer a análise de um conjunto de fatores, tais como qualidade de vida e aspectos mentais e físicos”, explicou Coimbra.

Em 1946, a Organização Mundial da Saúde aprovou um conceito para ampliar a visão do mundo a respeito do que seria estar saudável. Ficou definido então que “a saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.

 

Aferição da pressão arterial

 

“De acordo com esse conceito, percebemos que saúde não é um estado fácil de ser alcançado, uma vez que nem todas as pessoas conseguem viver sem tristezas, sem preocupações e interagindo com o restante da sociedade de maneira harmoniosa. A saúde deve ser vista como uma forma de total bem-estar, que é conseguido não só por meio do tratamento de doenças ou de sua prevenção, mas também da qualidade de vida”, afirmou o professor Juliano Coimbra.

De acordo com a Lei nº 8.080, de 1990, a saúde é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício. A lei também enfoca que, para haver saúde, alguns fatores são determinantes, tais como: a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, a atividade física, o transporte, o lazer, e o acesso aos bens e serviços essenciais.

 

Equipe de Enfermagem UNIFIO

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.