segunda, 15 de abril de 2024

FEMINICÍDIO: Mulher é morta a facadas em Marília

Por Fernando Lima

          Na madrugada deste domingo de Páscoa (31), um crime chocante de feminicídio fez mais uma vítima. Uma mulher de 49 anos foi assassinada pelo companheiro, na Vila Operária da Alimentação I em Marília. Adriana da Penha Gonzaga, trabalhava no setor de estética e cabelos e foi morta com diversos golpes de faca. O suspeito,  identificado como Francisco Alexandre da Silva, tapeceiro, de 55 anos, teria cometido o crime e logo depois, fugido com o carro de Adriana.

         O Negocião apurou que, por volta de 0h30, a Polícia Militar (PM) foi acionada para atender a ocorrência no condomínio de apartamentos Nações Unidas e encontraram a vítima caída no corredor, com vários golpes de faca e com muito sangue no local. O Samu foi acionado e a mulher foi levada ao Hospital de Clínicas (HC) de Marília, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

         Segundo os vizinhos, eles ouviram gritos e pedidos de socorro e foram até o apartamento. Chegando ao local viram o suspeito em pé na porta de entrada, ele teria pedido socorro para a mulher e sentado na escada, colocando a faca do crime ao seu lado, que foi recolhida por um homem e apresentada à polícia. Assim que a PM foi chamada, o homem fugiu do local no carro da vítima, um Hyundai ix35, no entanto, esqueceu no local seu aparelho celular e sua carteira com documentos pessoais, que foram apreendidos pela polícia.

       Francisco foi preso em flagrante, ainda na madrugada de domingo, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), tentando deixar o Brasil. Ele foi localizado na BR-272, em Francisco Alves (PR), cerca de 600 km do local do crime e, segundo a PRF, o suspeito tentava seguir rumo ao Paraguai. Ele não ofereceu resistência à prisão e deve ser encaminhado à Marília.

Imagens: Redes Sociais e PRF.

 

 

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.