segunda, 27 de maio de 2024

Governador Anuncia que, em 40 dias, edital da Polícia Civil será divulgado

Da redação

Foi publicada em diário oficial, nesta quinta-feira, 2 de novembro, a autorização oficial do governador Geraldo Alckmin para a realização dos aguardados novos concursos públicos da Polícia Civil de São Paulo. A autorização já havia sido anunciada na última quarta, em evento realizado no Palácio dos Bandeirantes. A publicação no diário oficial confirma a oferta de 2.750 vagas, sendo 1.100 para cargos com exigência de ensino médio e 1.650 para carreiras com necessidade de nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 10.142,55.

Agora, o próximo passo é definir a comissão dos concursos, para que a publicação dos editais possa ocorrer já a partir de dezembro, conforme anunciado pelo secretário de segurança pública, Mágino Alves Barbosa Filho, em 24 de outubro, durante evento de inauguração da delegacia de Araçariguama. 

Durante o evento, na quarta-feira, o secretário também confirmou a nomeação de mais 1.240 remanescentes dos últimos concursos, para os cargos de escrivão, delegado e investigador.

Embora a oferta de vagas seja considerada generosa, não deve suprir a necessidade de pessoal, tendo em vista que o pedido de autorização de concursos encaminhado para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP) em maio era de 3.910 postos.

Ensino Médio – No caso de ensino médio, as vagas autorizadas para os novos concursos serão para os cargos de agente de telecomunicações (com 300 vagas), agente de polícia (400), papiloscopista policial (200) e auxiliar de papiloscopista, também com 200.

Para os cargos de agente policial e auxiliar de papiloscopista, a remuneração inicial é de R$ 3.428,38, incluindo o salário de R$ 2.793,60 e o adicional de insalubridade de R$ 634,78. Para papiloscopista e agente de telecomunicações, iniciais de R$ 4.086,56, incluindo salário de R$ 3.451,78 e os R$ 634,78 de insalubridade.

A diferença salarial entre os cargos de agente policial e auxiliar de papiloscopista para os papiloscopistas e agente de telecomunicações se deve à lei complementar 1.249, de 3 de junho de 2014, que alterou de ensino fundamental para médio a exigência de ingresso para os cargos de agente, atendente de necrotério e auxiliar de papiloscopista, sem compatível alteração salarial.

Nível Superior – Em caso de nível superior, a autorização é para os cargos de investigador de polícia (600 vagas), escrivão (800) e delegado (250). A remuneração inicial para os cargos de investigador e escrivão é de R$ 4.194,76, já considerando o complemento, enquanto para delegado é de R$ 10.142,55, também considerando o adicional de insalubridade.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.